Doações são organizadas pela equipe da Prefeitura e voluntários

Assim que as famílias resgatadas do povoado do Barreiro chegaram à Escola Municipal Paulo Setúbal (distrito de Inhobim), na manhã desta quarta-feira (29), começaram também as demonstrações de solidariedade da comunidade local. A todo instante chegavam à escola moradores com donativos para serem entregues.

A comunidade doou roupas, calçados, alimentos, material de higiene, cobertores e brinquedos para as 53 pessoas, entre crianças, idosos e adultos, que foram abrigadas pela Prefeitura na escola em razão da ameaça de cheia do Rio Pardo.

Sirlene ficou comovida com a situação dos moradores

Assim que soube da chegada dos moradores do povoado localizado no distrito de Cercadinho, a lavradora Sirlene Campos fez questão de pegar as roupas que já não usava mais e estavam guardadas para doar. “Eu fiquei triste e comovida com o que aconteceu, dessas pessoas terem de sair das suas casas pra ficar em um local mais seguro, aí, por isso, fiz questão de vir trazer essa ajuda para eles”, contou.

Dione

A lavradora Dione Santos, por sua vez, se juntou à equipe de moradores que foram atuar como voluntários. “O pessoal que chegou do Barreiro está muito cansado, pois passou a noite toda nessa aflição em relação ao nível do rio. E nós estamos aqui, com a equipe da Prefeitura, de forma voluntária, ajeitando pra eles terem conforto, descanso. Graças a Deus, Inhobim abraçou essa causa e estamos de braços abertos para essas pessoas que estão precisando da nossa ajuda”, afirmou a lavradora, enquanto dobrava as roupas que serão distribuídas entre as famílias.