O Projeto Ponto Literário de Vitória da Conquista, criado para democratizar o acesso à leitura, está completando três anos de existência com novas ações. Uma delas é o apoio para a formação ou ampliação de bibliotecas comunitárias.

Desde o início do ano, espaços como as bibliotecas comunitárias do Loteamento Morada dos Pássaros e a do Instituto Vivendo e Aprendendo, no bairro Alto Maron, receberam apoio do projeto. As duas bibliotecas receberam esse ano cerca de 300 livros doados pela comunidade e repassados pelo Ponto Literário.

A biblioteca comunitária da Morada dos Pássaros abriu as portas em agosto desse ano e conta com o apoio dos membros da comunidade. Muitas senhoras são voluntárias, doam seu tempo e, durante a tarde, abrem a biblioteca que, por enquanto, fica num ponto alugado. O aluguel e a manutenção do espaço são pagos por sócio-contribuintes, moradores do Morada dos Pássaros.

Para os cidadãos que gostam de ler, o projeto é uma iniciativa vitoriosa. É o caso da agente comunitária, Rosimary Suzart, que, juntamente com amigos e vizinhos, fundou uma associação de defesa ao meio ambiente, onde foi implantada uma biblioteca como mecanismo de formação para uma nova consciência. Rosa, como é mais conhecida, afirma que o apoio do Ponto Literário foi fundamental, já que, além do treinamento e ajuda na organização dos títulos, o Ponto literário doou parte significativa dos livros.

Além do apoio às bibliotecas comunitárias, o Ponto Literário desempenha um importante trabalho de coleta, seleção e restauração de livros. A população contribui ativamente com a doação de livros, revistas, enciclopédias e outros tipos de literatura. Até agosto desse ano, mais de 20 mil títulos já foram doados ao Ponto Literário.

De acordo com o coordenador do projeto, Arnaldo Nogueira, as doações são muito diversas, desde literatura religiosa à científica, passando por romances, comédia, política e livros de receita. Toda essa diversidade torna o trabalho mais interessante, uma vez que o público tem acesso a muitas opções e pode optar pela que mais lhe agrada.

O Ponto Literário é resultado de uma parceria entre o Projeto de Leitura da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia – Proler/Uesb e a Prefeitura de Vitória da Conquista, por meio das secretarias municipais de Educação e Cultura.