Com o objetivo de apresentar à comunidade as políticas públicas municipais para garantia e promoção dos Direitos Humanos, nesta sexta-feira (10), os Centros de Referência da Assistência Social (Cras) Pedrinhas e Nova Cidade se uniram para realizar atividades no Dia Internacional dos Direitos Humanos, na Praça Ceus, no bairro Alto Maron.

O momento de reflexão apontou a importância dos direitos humanos para a sociedade, visto que é através deles que todos os indivíduos que compõem a sociedade têm o direito a uma vida digna, com políticas públicas que combatem as situações de risco, vulnerabilidade e promovem a garantia de direitos da população.

Houve também a apresentação do grupo de percussão, Marujada Mirim, formado por crianças do Cras Pedrinhas. Estavam presentes na inciativa o Conselho Municipal de Assistência Social, o Conselho Municipal do Idoso, o Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência, o Conselho Tutelar e o Conselho para Promoção da Igualdade Racial.

Percussão do Cras Pedrinhas

Segundo a Gerente do Cras 3 – Pedrinhas, Laís Pinheiro, a atividade foi importante por informar às pessoas o que elas podem encontrar nos Cras, uma vez que muitas pessoas ainda não sabem. “Várias coordenações de políticas transversais participaram desse momento e puderam falar com a comunidade a respeito dos serviços que são ofertados a partir dessas coordenações, por isso também a relevância desse momento com a população”, destacou.

Ordelina Santos, de 64 anos, que utiliza os serviços do Cras Pedrinhas há 12 anos, diz que a unidade, além do serviços oferece acolhimento. “Já estou há tanto tempo que eu brinco que ‘fundei’ o Cras, é lá onde eu acho amor e carinho, além de conseguir resolver tudo que preciso”, contou.

Ordelina Santos

A atividade também marcou o encerramento dos “21 Dias de Ativismos pelo Fim da Violência Contra a Mulher”, campanha que vinha acontecendo desde o último dia 20 e proporcionou momentos de reflexão pelo fim da violência contra a mulher.