Nesta quarta-feira (13), uma equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) fez a poda de várias árvores, na Rua Nove, Vila Serrana IV. O serviço foi necessário porque os galhos avançavam e se misturavam aos fios da rede elétrica. Iniciado nesta quarta-feira, o trabalho deverá prosseguir até amanhã.

A poda das árvores foi solicitada à Prefeitura pelo aposentado Manoel Cândido da Matta, 72 anos, que mora na Rua Nove há 27. O pedido, segundo ele, foi motivado por razões ecológicas, de segurança e limpeza. “Se passasse um caminhão-baú por aí, pegaria nas galhas da árvore e quebraria tudo”, explica Manoel. “Podando, é melhor porque não suja a rua. E é também mais seguro, e muito bom para todo mundo”, acrescenta.

Manoel Cândido da Matta

De acordo Manoel, a maioria dos moradores da área possui casa própria e vive ali há muitos anos. Desenvolveram com a praça, por isso, uma relação de orgulho, a ponto de muitas vezes limpá-la por conta própria. “Essa é a praça mais bonita da Vila Serrana”, garante Manoel, referindo-se à área repleta de árvores de diferentes espécies, que era apenas um terreno vazio quando ele e a maioria dos vizinhos chegaram à Vila Serrana.

A segurança como uma das consequências da poda também foi mencionada por outro morador da Rua Nove, quase tão antigo quanto Manoel. Cláudio Cerqueira, de 45 anos, proprietário de um depósito de botijões de gás. “Às vezes, à noite, a praça fica muito escura. E também passa muito carro grande por aqui”, afirma Cerqueira, acrescentando que os galhos das árvores, por estarem muito extensos, interferiam na iluminação e dificultavam o trânsito de veículos de grande porte.

Outro aposentado, Leonildo Aguiar, de 58 anos e igualmente com quase três décadas de convivência naquela região da Vila Serrana, considera que a poda poderá beneficiar toda a comunidade do entorno – e ainda mais se outros serviços de limpeza e melhorias forem acrescentadas a esse serviço. “A comunidade só tem a ganhar. Com tudo limpo, a praça fica muito mais bonita”, afirma Aguiar.

Qualquer pessoa pode podar árvores?

Assim como os moradores da Rua Nove, na Vila Serrana IV, muitos cidadãos fazem por sua própria conta a limpeza de suas praças. O serviço de poda, no entanto, deve ser executado pela Prefeitura, que dispõe de equipes com treinamento e equipamentos apropriados para essa tarefa.

“As pessoas não têm autorização para podar as árvores, porque podem ocorrer acidentes. Elas podem se machucar, se cortar, bater em cabos de rede elétrica e acabar tomando um choque de alta tensão. Então, tudo isso, conforme previsto em lei, quem faz é o município ou a Coelba”, explica a secretária municipal de Meio Ambiente, Ana Cláudia Passos.

Caso o cidadão insista em fazer, ele próprio, a poda das árvores, pode ser multado. No entanto, há casos em que a Prefeitura pode conceder uma autorização, de uma análise específica da situação. “Se o cidadão vier à Semma e pedir autorização para podar, nossa equipe vai avaliar se é possível, se não vai ter riscos de contato com a rede elétrica, se não vai ter outro tipo de risco, se é uma árvore em extinção”, esclarece a secretária.

Como solicitar o serviço de poda

A Prefeitura recomenda que os cidadãos, caso se deparem com árvores com grandes dimensões, ou que apresentem riscos à segurança da população, façam como Manoel da Matta: entrem em contato com a Semma, através do telefone (77) 3429-7906, ou por internet, pelo e-mail gabinete.semma@gmail.com. Ou, ainda, podem ir pessoalmente até a sede da Semma na Rua dos Fonsecas, nº 41, Centro (mesma rua da TV Sudoeste).