Durante dois meses, estudantes da Universidade Federal da Bahia (UFBa) e da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), que fazem parte do Programa de Educação pelo Trabalho (PET-Vigilância), estão realizando, na Escola Municipal Rainha da Paz, o projeto piloto “Combate à dengue nas escolas: formando multiplicadores para vencer esta batalha”. A primeira atividade aconteceu no dia 12 de julho.

Luana de Oliveira

Segundo a coordenadora de Endemias, Polyana Gonçalves, a Escola Rainha da Paz foi escolhida por abranger os moradores dos bairros Kadija e Patagônia. “Nestes dois bairros, nós tivemos um número maior de registro de casos suspeitos da dengue em 2013, por isso escolhemos fazer nossas atividades iniciais aqui”, explicou Polyana.

Magda Gonçalves Silveira

O projeto atenderá dez turmas do turno vespertino nas segundas e sextas-feiras, com atividades lúdicas para crianças do 1o ao 5o ano. “Desde o início das atividades do PET, nós pensamos em fazer algo voltado para escolas, porque, por meio das crianças, nós chegaremos até seus pais. Eles serão os multiplicadores do combate à dengue”, explica a estudante de Ciências Biológicas da UFBa, Luana de Oliveira.

O tema dengue já faz parte do currículo das escolas municipais desde 2012, e, com o projeto do PET, as informações serão reforçadas, como informou a professora Magda Gonçalves Silveira, da turma de primeiro ano vespertino, que recebeu a primeira visita da equipe do PET. “Esta ação é importantíssima. Os estudantes trouxeram as informações de forma lúdica, o que prendeu a atenção de todos”, explicou Magda.

Mais educação para combater a dengue: além das atividades realizadas pela equipe do PET, as ações de combate à dengue em Vitória da Conquista contam com uma equipe de educação em saúde que realiza atividades educativas em feiras de saúde, escolas, igrejas, associações, entre outras. O objetivo dessa iniciativa é levar o maior número de informações sobre a dengue a todo território municipal.

Números da dengue: até dia 15 de julho de 2013, foram notificados em Vitória da Conquista 861 casos de pessoas com suspeita de dengue, destes 142 foram negativos e 311 foram confirmados, os demais aguardam resultados.