Com objetivos de evangelizar e prestar assistência às pessoas privadas de liberdade em Vitória da Conquista, bem como aos seus familiares, foi criada a Pastoral Carcerária no município.

Formada por um grupo de voluntários, a pastoral realiza visitas semanais ao Presídio Nilton Gonçalves. Durante as visitas, os agentes da pastoral acompanham as dificuldades dos internos e procuram ouvir e dar uma atenção especial a essas pessoas.

Eles também atuam como intermediários entre os internos e as suas famílias. Segundo o agente da pastoral, Wallas Silva, esse trabalho é feito de forma sistemática. “Seguindo o pedido da família, nós compramos alguns utensílios que são levados para os detentos. Além disso, ajudamos ex-internos com recursos para remédios ou passagens para alguns deles voltarem para suas casas, nos casos de pessoas de outros municípios”.

Agentes da pastoral Carcerária de Vitória Conquista

Em virtude da quantidade reduzida de recursos para realizar o trabalho, a Pastoral Carcerária da Arquidiocese de Vitória da Conquista conta com o apoio de instituições públicas e privadas, além de ONGs. “Há dois meses, por exemplo, a Prefeitura Municipal disponibilizou um ônibus para que familiares de internos que estão na penitenciária Lemos de Brito, em Salvador, pudessem visitá-los”, lembrou Wallas Silva.

“Essa é uma forma de o Governo Municipal auxiliar essas famílias que sofrem com seus entes queridos que se encontram recolhidos em unidades prisionais fora de Vitória da Conquista, por terem cometidos atos infracionais. Essa é uma política de solidariedade humana, de respeito a criatura humana, pois não é porque essas pessoas erraram que elas não precisam ter o convívio, o contato familiar para lhes dar estímulo, apoio para que elas possam cumprir as penalidades e retornarem ao convívio social. Por isso, a Prefeitura apoia o trabalho desenvolvido pela Pastoral Carcerária, por meio da disponibilização do transporte”, salientou o chefe de Gabinete Civil, Márcio Higino Melo.

O agente da pastoral também destacou a importância dessa ajuda. “A Administração Municipal já sinalizou a possibilidade de oferecer esse transporte outras vezes. Esse apoio melhora o trabalho que desenvolvemos”, completou.