Na manhã desta segunda-feira, 24, aconteceu a abertura do VIII Seminário de Educação Inclusiva: direito à diversidade. O evento, que acontece na Faculdade Santo Agostinho até o dia 28, tem o objetivo de propiciar aos participantes a oportunidade de aperfeiçoar a práxis pedagógica e profissional.

A atividade, realizada em parceria com o Ministério da Educação, conta com a participação de cerca de 200 pessoas de Vitória da Conquista e de mais 56 municípios da região.

Segundo o secretário de Educação, Ricardo Marques, é uma satisfação realizar esse evento em Vitória da Conquista. “Ele traz um debate extenso e rico sobre a questão da educação inclusiva da diversidade. Precisamos cada vez mais de eventos como esse, para que a gente possa recontar a nossa história e sempre considerando a diversidade existente”, afirmou Ricardo.

Para a coordenadora geral do Núcleo Pedagógico da Secretaria de Educação, Núbia Santos, a escola é a base da diversidade. “É preciso que nós estejamos prontos para todas essas questões. Espero que vocês saiam daqui com os conhecimentos atualizados e possamos tornar cada vez mais visíveis aqueles que eram invisíveis até pouco tempo atrás”, comentou Núbia.

Mesma opinião tem a professora Graziele Novato, da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), que ministrou a palestra de abertura, cujo tema foi “Valorizando as desigualdades: educação inclusiva e direito à diversidade”. Ela assegurou: “Pensar a diversidade na educação é uma necessidade histórica de reparação. Precisamos pensar numa sala não homogênea, que cada aluno vem de uma família diferente e religiões diferentes. É preciso ter um cuidado maior com cada especificidade desses alunos. Com isso, nós vamos ter uma educação certamente mais humana”.

Durante o evento, que discutirá temas relacionados à educação de jovens e adultos, educação para as relações étnicas raciais e educação do campo e quilombola, serão promovidas palestras, mesas de debate e oficinas.

Confira a programação completa.