Representando o Esaú, a enfermeira Leidiane Moreira apresentou dois trabalhos produzidos pelo Núcleo de Segurança do Paciente

Promover a implementação das boas práticas do cuidado seguro ao paciente e o fortalecimento da cultura de segurança no Esaú Matos. É este o objetivo do Núcleo de Segurança do Paciente (NSP) do hospital, cujo trabalho realizado no último ano foi apresentado durante o I Congresso da Sociedade Brasileira para a Qualidade do Cuidado e Segurança do Paciente, que aconteceu no Rio de Janeiro, entre os dias 5 e 7 de junho.

Com o tema “Núcleo de Segurança do Paciente: possibilidades e desafios no contexto do Sistema Único de Saúde”, a enfermeira do Esaú, Leidiane Moreira, representou o hospital e apresentou aos participantes o diagnóstico situacional dos principais riscos de incidentes e eventos adversos que os pacientes são expostos. Ela destacou também o planejamento estratégico montado pela equipe do Núcleo.

Além desse trabalho, Leidiane apresentou outro, intitulado “A implantação de protocolos de segurança do paciente como estratégia de governança institucional”. Em 2018, foram implantados pelo NSP, em parceria com diferentes coordenações do hospital, quatro protocolos: Identificação do Paciente, Cirurgia Segura, Lavagem das mãos e de Farmacovigilância.

“Divulgar as ações desenvolvidas pelo NSP do Esaú contribuiu significativamente para o compartilhamento das experiências locais entre os profissionais e as diversas instituições de saúde brasileiras. Isso representa um importante passo do Núcleo no incentivo à pesquisa, produção científica e inovação para fortalecer a cultura de segurança e, assim, para que a nossa instituição seja referência”, avaliou Leidiane.

Além de Leidiane, assinaram os trabalhos, os enfermeiros: Andressa Baleeiro, Gustavo Cabral, Tâmara Temoteo e Alda Silva Nery Amaral – todos da Fundação Pública de Saúde de Vitória da Conquista –; e Deybson Borba, da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs).