Foi empossada nesta quinta-feira (14) a nova presidência do Conselho Municipal de Educação de Vitória da Conquista (CME). O ato de posse aconteceu na sede do conselho e reuniu conselheiros titulares e suplentes escolhidos para o triênio 2021-2024.

No discurso de posse, o novo presidente do órgão, Marco Vinícius Lopes, destacou o compromisso de dar continuidade ao trabalho desenvolvido pela gestão anterior e ressaltou a função do CME na fiscalização do sistema de ensino do município buscando cada dia a melhoria da qualidade da educação.

Os 28 membros do CME tomaram posse no último mês de junho

Com histórico de participação em movimentos sociais, o novo vice-presidente do conselho, Lucas Hipólito, falou sobre a necessidade de ampliar os debates e ações relacionados à educação, com diálogo, empenho e participação de todos.

Para o novo presidente do CME, o histórico do conselho é brilhante e legítimo graças também ao trabalho de todos aqueles que dele fizeram parte

Também membro, o secretário municipal de Educação, Edgard Larry, lembrou que o CME foi o primeiro conselho formalizado no estado da Bahia. “Com alta representatividade da sociedade, o CME deve seguir permeado por autonomia e independência cumprindo o seu papel fiscalizador, deliberador, consultor e auxiliador”, disse.

Criado em maio de 1992, pela Lei Municipal nº 648/92 e reformulado pela Lei Municipal nº 1.506/2008, o Conselho Municipal de Educação é formado por representantes da secretaria de Educação, das instituições de Ensino Superior, das instituições particulares da educação infantil, do órgão regional do Sistema Estadual de Ensino da Bahia, do Conselho municipal dos Direitos da Criança e Adolescente, do Conselho tutelar, de pais de alunos, entre outras entidades.