Casos de pessoas vacinadas com duas doses de laboratórios diferentes

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Vitória da Conquista informa que tem conhecimento da ocorrência de três casos de pessoas que receberam segunda dose da vacina contra Covid-19 de laboratório diferente da primeira dose recebida.

A Diretoria de Vigilância em Saúde esclarece que as notificações ocorreram após divulgação de nota à imprensa, no dia 24 de abril, quando a SMS informou ainda não ter ocorrido caso semelhante no município.

A Diretoria de Vigilância em Saúde está acompanhando os casos, que foram devidamente notificados ao sistema de informação oficial do Ministério da Saúde, até o desfecho final de cada ocorrência, que é feito por uma equipe técnica do Governo do Estado.

A SMS segue a Nota Informativa 21, do Ministério da Saúde, que preconiza que se o usuário tomou doses de laboratórios diferentes, em um intervalo maior que 14 dias entre uma dose e outra, não há necessidade de reagendamento ou de administração de outra dose. Se isso ocorre em intervalo menor que 14 dias é necessária uma nova dose, respeitando o intervalo recomendado segundo o tipo de vacina da primeira dose.

É importante destacar que a Secretaria Municipal de Saúde preza pela confidencialidade dos dados de cada usuário, não sendo necessário sujeitar os pacientes à exposição, tendo em vista que os órgãos competentes estão acompanhando cada caso.