A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) esclarece que não há relatos de reações adversas em pessoas vacinadas em Vitória da Conquista com lotes de CoronaVac suspensos pela Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) na semana passada. Foram distribuídos 25 lotes, com mais de 12 milhões de doses para todo o Brasil.

A Anvisa tomou a medida porque os lotes foram envasados na China em uma fábrica não inspecionada pela agência e sem aprovação para uso emergencial.  No entanto, o Instituto Butantan afirmou, em nota, que a medida da Anvisa não deve causar alarmismo e assegurou que os imunizantes são seguros para a população.

Na segunda-feira (6), o Ministério da Saúde emitiu uma nota em que orienta que as pessoas vacinadas com doses dos lotes interditados devem ser acompanhadas, durante 30 dias, pelos gestores locais do Sistema Único de Saúde (SUS).

Em Vitória da Conquista, foram utilizadas mais 4.542 doses do lote 202107102H no mutirão de sexta-feira (3). A SMS está atenta e pronta para avaliar possíveis eventos, como determina o Ministério da Saúde. Caso alguém apresente alguma reação adversa, deve procurar qualquer unidade de Saúde e informar ter sido vacinado com o imunizante deste lote.