Na manhã desta quarta-feira (15), foi realizada, de forma on-line, a 2ª audiência pública do novo Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU) de Vitória da Conquista. Após a leitura do regimento interno da audiência, foi apresentada a minuta do documento, através de um vídeo.

Os objetivos do novo PDDU foram expostos neste encontro: o exercício do direito à cidade pelos habitantes e visitantes; consolidar Vitória da Conquista como polo regional do sudoeste baiano; atender às exigências fundamentais de ordenação da cidade; coibir a especulação imobiliária; proporcionar espaços públicos de qualidade para a vida coletiva; promover a integração das áreas urbanas por meio das conexões viárias; ampliar as alternativas econômicas possibilitando a diversificação de oportunidades de geração de renda; reduzir as desigualdades socioterritoriais dentro dos espaços urbano e rural; e qualificar o ambiente mediante a eliminação ou mitigação dos efeitos de degradação ambiental.

Os inscritos que participaram da plenária elogiaram os trabalhos realizados até o momento e a montagem do novo PDDU. Dúvidas e sugestões foram apresentadas como o tempo de implantação do sistema de monitoramento, a cota solidariedade nos loteamentos, a regularização dos loteamentos que hoje estão em situação irregular, novas zonas de expansão, pois a cidade está em constante crescimento e a especulação imobiliária precisa ser combatida, e a adaptação à legislação estadual nas questões de segurança em prevenção à incêndios.

A auxiliar de Serviços Gerais e moradora do Distrito de Bate Pé, Manoela Santos Pinto, relatou o quanto a audiência foi importante para o debate de demandas. “É onde a gente coloca as nossas demandas pra Bate Pé, onde você tem voz e onde você também tem resposta imediata. Achei importante os projetos. Um deles é trazer uma indústria para o distrito. Isso é muito importante na geração de empregos. As pessoas deveriam estar mais atentas pra esses eventos que acontecem como a audiência do PDDU porque é onde a população pode estar colocando os seus pontos positivos,  negativos, o que precisa melhorar, onde precisa melhorar, eu acho muito importante a participação das pessoas em uma audiência como essa”, explicou.

O assessor especial do Executivo Municipal, José Antônio de Jesus Vieira, informou que a prefeitura deseja melhorar o planejamento urbano da cidade. “Foi iniciativa do ex-prefeito com continuidade na atual gestão, que tem cobrado muito este PDDU. É projeto para a cidade, para as pessoas que moram em Vitória da Conquista”, destacou. O assessor esclareceu ainda que o PDDU abrange todas as questões, “o plano além de ser juridicamente e tecnicamente perfeito, precisa ser viável”.

O secretário municipal de Infraestrutura Urbana, Jackson Yoshiura, agradeceu aos técnicos da Fundação Escola Politécnica (FEP/Ufba), entidade responsável pela elaboração do PDDU, e acrescentou: “continuamos abertos ao diálogo, não só com as instituições, mas com todo e qualquer cidadão que queira dialogar com o município. O plano estará a disposição da população nos próximos meses contribuindo para o crescimento e desenvolvimento de nosso município”.

PDDU – Antes desta 2ª Audiência do PDDU, foram realizados 45 eventos públicos, conforme descritos abaixo:

01 – reunião de lançamento do PDDU;

17 – oficinas de leitura do território (05 nas sede e 01 em cada distrito);

17 – oficinas de planejamento: Pensando no Futuro (05 na sede e 01 em cada distrito);

09 – reuniões com o Grupo de Trabalho e Acompanhamento (GTA);

01 – 1ª audiência pública do PDDU/PDAP.

Para assistir novamente a audiência, clique aqui.