Sete oficinas serão realizadas durante o mês de outubro, a fim de decidir, com os moradores, sobre a forma de utilização do espaço

Com 85% de sua estrutura já concluída, numa área de 7 mil metros quadrados do bairro Flamengo, o Centro de Artes e Esportes Unificados sediou uma reunião na tarde desta quarta-feira, 24, em que os participantes elaboraram o cronograma de atividades da mobilização social que terá a função de definir, com representantes dos moradores, a forma como o equipamento funcionará quando for entregue à comunidade.

Caberá ao próprio conjunto de moradores a responsabilidade por gerir o novo equipamento, que oferecerá espaços para uma série de atividades artísticas, culturais e esportivas a quem vive na área, sobretudo a população jovem. A estrutura dispõe de quadra coberta, pista de skate, área de lazer, biblioteca, foyer para exposições de artes plásticas e espaços para teatro e cinema, além da sede do Serviço de Referência em Assistência Social que atende ao território local.

O cronograma estabelece sete oficinas que ocorrerão ao longo do mês de outubro, sempre no Centro de Artes e Esportes Unificados. Cada uma será dedicada a um tema diferente e servirá como oportunidade para ouvir as opiniões dos moradores sobre o uso do novo espaço. “As oficinas terão o objetivo de envolver a comunidade na futura gestão do equipamento. A mobilização social é importante para promover nas pessoas o sentimento de apropriação do local”, afirmou a mobilizadora social do projeto, Patrícia Moreira.

Patrícia Moreira

“Quem vai auxiliar a Administração na questão das regras do Centro de Artes e Esportes Unificados são os moradores”, atestou o gerente municipal de Cultura, Date Sena. “É uma coisa pela qual o Governo Municipal preza sempre: fazer com que as pessoas tomem conta do espaço em que eles vivem, pois ele pertence à comunidade”.

Date Sena

‘Teremos muito a oferecer’– Segundo Carla Mascarenhas, coordenadora do Serviço de Referência da Assistência Social que atende à população que vive no entorno do Centro, o novo equipamento terá uma estrutura que poderá potencializar o atendimento que já é feito às pessoas em situação de vulnerabilidade social. “Teremos um espaço equipado para poder receber todas as famílias: jovens, crianças, adolescentes, grupos de famílias, grupos de terceira idade. Vamos ter muito a oferecer a essa comunidade”, observou Carla.

Carla Mascarenhas

“Essa praça chegou no momento certo”, comemorou Isabel Santos, presidente da associação de moradores dos bairros Alto da Conquista e Panorama II. “Isto aqui vai ser muito bom, porque vão ser ampliadas várias atividades, funcionando num só espaço”, afirmou.

Isabel Santos

Confira o cronograma com as datas, os temas e os horários das oficinas:

8 de outubro, às 15h – Sensibilização
10 de outubro, às 9h30 – Grupo gestor – Gestão compartilhada
13 de outubro, às 14h – Grupo gestor – Objetivos e composição
17 de outubro, às 15h – Grupo gestor – Regras e institucionalidade
22 de outubro, às 15h – Usos e programação
24 de outubro, às 15h – Intervenção artística na praça – Planejamento
31 de outubro, às 13h – Intervenção artística na praça – Ação