“O kit é uma ajuda boa”, afirmou Edilene

Os kits alimentares preparados pela Secretaria Municipal de Educação (Smed) estão sendo entregues desde o último dia 15 de abril para as famílias dos alunos matriculados na Rede Municipal de Ensino. E o balanço é positivo: até o momento, mais de 5.500 kits já foram entregues pela Prefeitura em escolas e creches da área urbana (bairros Brasil, Nossa Senhora Aparecida, Bruno Bacelar, Ibirapuera, Miro Cairo, Recanto das Águas e Guarani) e também para a zona rural (povoado Baixa da Fartura).

Nesta segunda-feira (27), foi a vez das famílias com filhos matriculados no Centro Municipal de Educação Infantil Padre Benedito Soares e na Escola Municipal Iara Cairo de Azevedo, ambos no bairro Guarani. Elas receberam os kits que estão sendo entregues, em caráter excepcional, em razão da pandemia do coronavírus. “Atendemos alunos do Guarani e do bairro Pedrinhas, em tempo integral. E muitos deles vivem em situação de vulnerabilidade, têm pais que são autônomos. Então, acredito que o kit vai ser uma ajuda a mais para a família”, comentou a diretora da escola, Adelaide Andrade.

Mãe de uma das alunas da turma de 5 anos da escola, a empregada doméstica Edilene Carneiro, concorda sobre a importância do kit para as famílias. “É muito importante devido a esse problema, a esse período difícil que todos nós estamos vivendo por causa do coronavírus. Muitas pessoas não têm nem comida em casa, nem têm como comprar, então, eu acho que o kit é uma ajuda boa”, assegurou Edilene.

Juscimar destaca: “distribuir esses kits é fundamental”

Outro pai que tem opinião semelhante a de Edilene é o multioperador de máquinas Juscimar Almeida. Suas duas filhas estudam na Escola Municipal Iara Cairo de Azevedo, na turma de 5 anos. “Acho que, diante dessa pandemia, distribuir esses kits é fundamental, pois todo mundo está precisando e é uma ajuda a mais para as famílias”, destacou Juscimar.

Para evitar aglomeração na unidade, a comunicação a respeito da distribuição dos kits é feita previamente e de forma ordenada pela direção das escolas aos pais ou responsáveis, assim como ocorreu nas outras unidades já beneficiadas, conforme recomendação do plano de ação da Smed para a logística de entrega.

Unidade tomou todas as medidas preventivas para a entrega

“Estamos seguindo a recomendação do Programa Nacional de Alimentação Escolar quanto à distribuição dos kits às famílias dos alunos matriculados na Rede Municipal de Ensino. Também estamos seguindo as normas legais para a aquisição de mais itens da alimentação escolar e assim atendermos toda a rede com esta ação. São milhares de alunos matriculados, distribuídos em 176 escolas o que implica a adoção de logística planejada e específica. Além disso, dado o momento que vivenciamos, estamos seguindo rigorosamente todas as recomendações relativas aos procedimentos preventivos, seguindo as recomendações da OMS, Ministério da Saúde, normatizações estaduais e municipais que regem o combate à pandemia do coronavírus”, declarou o secretário da pasta, Esmeraldino Correia.

E mais, preocupada em dar maior celeridade à montagem e distribuição dos kits, a Smed criou uma segunda equipe para montagem dos kits de alimentação escolar, compostos por gêneros alimentícios adquiridos com recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar/PNAE (Lei Federal nº 13.987/2020).

Importante ressaltar que o plano de ação foi elaborado pela Coordenação de Alimentação Escolar, vinculada à Smed, e aprovado pelo Conselho Municipal de Alimentação Escolar.