A diretoria do Instituto do Luto de Vitória da Conquista esteve nesta sexta-feira (31), na Prefeitura da Zona Oeste (PZO), onde se reuniu com a prefeita Sheila Lemos para apresentar o trabalho desenvolvido de forma filantrópica, com o objetivo de amparar as pessoas enlutadas da cidade. O instituto foi fundado em novembro do ano passado.

O diretor-geral da entidade, Arilson Ferraz, e a diretora administrativa, Cleide Tatiana de Souza, informaram que o instituto é o primeiro do Norte-Nordeste neste segmento. Psicólogo e tanatólogo, que trabalha há 15 anos com a temática, Arilson já começou a atuar por meio do instituto, atendendo gratuitamente, em seu escritório, pessoas de Conquista que perderam seus entes queridos, e recentemente passou a atender moradores do Rio Grande do Sul que passam pela tragédia ocasionada pelas últimas chuvas.

Para Arilson, o objetivo da reunião foi alcançado. ”Recebemos apoio e muitas ideias que nos nortearam, nos ajudaram a ter um norte para ampliar o trabalho. Fomos estimulados pela prefeita a dar continuidade ao trabalho e ela nos deu bases seguras para a gente estabelecer o processo de manutenção desse trabalho”, disse o diretor.

Arilson e Cleide

Dentre outras coisas, a prefeita Sheila Lemos sugeriu que uma rede de apoio seja criada, cadastrando profissionais e serviços que queiram ajudar essas pessoas presencialmente ou on-line. Ao fim do encontro, ela elogiou a iniciativa: “Conversamos com dois visionários que verificaram a necessidade de dar apoio às pessoas que passam por um processo de luto, que muitas vezes desencadeia doenças físicas. É muito importante que esses profissionais tenham orientações sobre esse processo de luto. Foi um prazer trocar ideias com o Instituto do Luto. Tenho certeza que teremos ótimas iniciativas como essa para ajudar a humanidade”, disse.