A comitiva passou pelas localidades de Pau Ferro I e Poço Feio, na região de Bate-Pé

A comitiva do Governo Municipal passou a tarde dessa terça-feira, 30, na região do distrito de Bate-Pé, a fim de conferir o andamento das obras de uma barragem, em Pau Ferro I, e anunciar a construção de outra, na localidade de Poço Feio. Somente este ano, já foram concluídas ou estão em andamento, nessa região, seis barragens. Todas são de porte médio, com capacidade média para armazenar entre 50 e 60 milhões de litros de água.

“O objetivo, com esse trabalho, é aumentar o volume de água acumulada no nosso município”, explicou o secretário municipal de Agricultura, Odir Freire. Segundo o secretário, trata-se de uma ação contra os efeitos da estiagem. “Durante o ano passado, que foi atípico, a Prefeitura fez limpeza de aguadas. Este ano, a lógica foi mudada para a construção de novas barragens”, acrescentou.

Ao chegar a Pau Ferro I, que fica a cerca de 5 quilômetros de Bate-Pé, o prefeito Guilherme Menezes e sua equipe foram recepcionados pelo aposentado Gérson Ferreira Pinto, de 75 anos. Ele é o proprietário do terreno onde está sendo construída a barragem, bem ao lado de sua casa. No entanto, ele está consciente de que, embora esteja localizada ali, a barragem será pública, à disposição da comunidade local.

“Agradeço ao Governo Municipal pelo que está sendo feito aqui na região. Ficamos muito satisfeitos e honrados”, afirmou Gérson. “Quem precisar, vai ter água. Graças a Deus, ela não vai faltar aqui na região”.

‘Estamos ansiosos’ – Em Poço Feio, a 6 quilômetros de Pau Ferro I, a comitiva foi à residência do lavrador José da Silva, 59 anos. O terreno que dará lugar à futura barragem é de sua propriedade, em conjunto com familiares. Todos eles, assim como Gérson, assinaram um documento em que reconhecem ser a obra de uso público. No local, aliás, há um rio seco, cujas características topográficas favorecerão a realização da obra. “É brejo, não tem areia nem sal. É limpo, não tem casas lá em cima. Todo mundo aqui está ansioso, pois vai ser uma barragem muito boa”, animou-se Silva.

Em cerca de um mês, o local, ainda repleto de pedras e plantas secas, dará lugar à sétima barragem construída pela Prefeitura em 2013. Restará, então, aguardar que a natureza faça sua parte e que as chuvas cheguem. “A água será de todo mundo. E, além de utilizá-la, a comunidade deverá zelar por ela”, disse o prefeito Guilherme Menezes. “Vamos fazer um trabalho semelhante ao que já fizemos nas outras localidades”, complementou.