Encontro aconteceu no Dia Nacional da Educação de Surdos; nova reunião já está agendada

A fim de pôr em discussão questões sobre a acessibilidade e oferecer sugestões que a ampliem no município, representantes da recém-criada Associação dos Surdos de Vitória da Conquista (ASVC) participaram de uma reunião com o Governo Municipal na manhã desta quarta-feira, 23 – não por acaso, data reservada ao Dia Nacional da Educação de Surdos. As conversas transcorreram normalmente graças ao trabalho da intérprete e tradutora da Língua Brasileira de Sinais (Libras), Danielle Matos.

Fundada há pouco mais de dois meses, a ASVC já conta com cerca de 40 filiados. E foi representando esse público que o presidente da entidade, Magno Prates, sempre se expressando por meio da Libras, expôs as demandas que compuseram a pauta da reunião. “Fico muito feliz por essa oportunidade de estar aqui com o Governo Municipal, trazendo questões importantes como a educação das pessoas surdas e as necessidades que vivenciamos”, disse Prates, traduzido de forma simultânea por Danielle.

Magno Prates, presidente da ASVC

A professora Priscilla Leonnor, que dá aulas de Libras na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), afirmou ter saído mais esperançosa da reunião. “Para mim é muito bom ter vivido este momento”, garantiu, também por intermédio da intérprete. “Gostaria de agradecer à Prefeitura e aos representantes que estiveram aqui conosco, aprendendo e entendendo acerca do povo surdo, da sociedade surda de Vitória da Conquista”, concluiu Priscila, que se orgulha de ser a primeira professora surda a lecionar na Uesb – trabalho para o qual foi aprovada em concurso público, há cerca de oito meses.

Priscilla Leonnor, professora de Libras da Uesb

‘Diálogo permanente’ – O principal encaminhamento da reunião foi a marcação de um novo encontro para o dia 7 de maio. O prefeito Guilherme Menezes garantiu aos representantes da ASVC que o diálogo continuará. “A cidade é muito plural e diversa, composta por muitos segmentos e demandas. Gostaria que esta fosse somente a primeira reunião”, disse o prefeito, que defendeu a criação de uma agenda permanente de contato com a entidade. “Queremos muito continuar esse diálogo”, assegurou.

Além do prefeito Guilherme Menezes, a reunião contou com a participação de representações das secretarias municipais de Educação (Ricardo Marques), Saúde (Márcia Viviane de Araújo), Desenvolvimento Social (Miguel Felício) e Mobilidade Urbana (representada por Renan Santos e Juraci Júnior).