Entre os dias 11 e 18 de janeiro de 2014, o Governo Municipal visitou a Província de Gaza, em Moçambique, com objetivo de apresentar o projeto municipal de combate ao HIV/aids. E para mostrar os resultados dessa viagem, o Governo Municipal, na tarde desta segunda-feira, 20, participou de uma coletiva de imprensa, no auditório da Rede de Atenção e Defesa da Criança e do Adolescente.

O prefeito Guilherme Menezes falou sobre a experiência positiva em Moçambique e ressaltou a importância dos investimentos em Vitória da Conquista. “Foi uma agenda muito intensa, mas conseguimos passar um pouco da nossa experiência no controle e na prevenção do HIV/ AIDS. Transmitimos também algumas informações úteis para os gestores, em relação ao nosso Governo. Foi uma troca de experiência muito rica, trouxemos fatos invejáveis. Vitória da Conquista avançou muito nos últimos anos e tudo isso foi possível graças à continuidade desse projeto político que fez com que esse programa e diversos outros avançassem de maneira significativa”, afirmou.

Teresa Morais, bioquímica do Caav

O roteiro da viagem, organizado pela Agência Japonesa de Cooperação Internacional (Jica), que desenvolve o projeto “Fortalecimento das capacidades do Núcleo Provincial de Combate ao HIV/SIDANPCS para Respostas ao HIV na Província de Gaza”, incluiu visitas à capital de Gaza, Xai-Xai, e aos distritos de Bilene e Mandlakazi.

A farmacêutica-bioquímica do Centro de Atenção e Apoio à Vida Dr. David Capistrano Filho (Caav), Teresa Morais, acompanhou o prefeito na viagem e relatou sua experiência. “Fiquei muito feliz de ter sido escolhida. Foi o maior presente da minha vida profissional. Aprendi muito porque mesmo com pequenas condições eles conseguem enfrentar a doença. Em todo o país, são apenas 900 médicos convencionais para atender a população, que de cada dez pessoas, três possuem o vírus HIV/ aids”, disse.

O Centro de Referência em DST/HIV/Aids Dr. David Capistrano Filho (Caav) foi implantado em Vitória da Conquista em 4 de fevereiro de 1999, com a participação e a colaboração do médico David Capistrano Filho e do ex-coordenador do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids no Brasil (UNAIDS), Pedro Chequer. Foi uma experiência exitosa em relação às doenças sexualmente transmissíveis, principalmente à aids. Como gestores nos sentimos muito orgulhosos e satisfeitos pela troca de experiência e pela oportunidade de levar Vitória da Conquista em nível internacional, por meio de um assunto discutido mundialmente”, disse a secretária municipal de Saúde, Márcia Viviane.

Jaciara Mendes

Neste ano, o programa completa 15 anos e é considerado um dos principais centros de prevenção e tratamento para pessoas que vivem com o vírus HIV/aids na Bahia. “Se hoje temos um serviço tão bem reconhecido, no que diz respeito à prevenção e ao tratamento, deve-se à vontade política do Governo Municipal e dos profissionais que durante todos esses anos passaram por lá deram a sua contribuição. O Caav é extremamente importante pelas ações que oferece em todo o sudoeste e norte de Minas Gerais. Somos o único serviço com laboratório na região que atende CD4 e carga viral”, destacou a coordenadora do Caav, Jaciara Mendes.

Ainda compareceram à coletiva o vice-prefeito, Joás Meira, demais representantes do Governo Municipal, o presidente da Câmara de Vereadores, Fernando Vasconcelos, e os vereadores Coriolano Moraes e Ricardo Babão.