Durante essa quinta-feira, 07, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra realizou uma mobilização na Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista. A mobilização faz parte da jornada nacional de Luta das Mulheres do MST, que está realizada em todo o país. A equipe do Governo Municipal recebeu os representantes do movimento no salão de reuniões do gabinete civil e discutiu demandas relativas aos assentamentos.

Na ocasião, o Chefe de Gabinete, Márcio Higino, falou sobre o empenho da Administração Municipal em dialogar amplamente com todos os setores da sociedade. “O diálogo é uma ferramenta muito importante porque é através dele que nós conseguimos resolver as demandas da população e o que não falta no governo é o diálogo”.

Os militantes apresentaram demandas dos assentamentos do município aos secretários de Agricultura, Odir Freire, de Educação, Luiz Carlos da Ibiapaba, de Mobilidade, Luis Alberto Sellmann, de Meio ambiente, Hudson Castro, de Cultura, Turismo, Esporte e lazer, Gildelson Felício e com a subsecretária de Saúde, Karine Brito, além de coordenadores e assessores do Gabinete.

O militante do MST, Valter Rubens, destacou que encontros com a administração municipal são frequentes. “Já é praxe realizarmos reuniões com o governo municipal no inicio do ano para discutir e entregar a pauta de reivindicação. O nosso objetivo é discutir a pauta, dar os encaminhamentos necessários a essa pauta, pra gente poder avançar nos assentamentos, porque a gente tem aqui uma ótima relação com a Prefeitura, o fato de estarmos aqui não quer dizer que a nossa relação esteja estremecida, pelo contrário, fortalece ainda mais porque nós acreditamos e fazemos parte desse projeto político”.

A reunião foi encerrada já no final da tarde, depois da avaliação de trinta e cinco pontos de pauta. Todas as demandas foram passadas para os setores responsáveis pelos encaminhamentos. A mobilização pacífica foi encerrada com uma assembleia dos integrantes do movimento que contou com a participação dos representantes do Governo Municipal e do vereador Julio Honorato.