Somente de janeiro a julho de 2013, foram registrados 126 casos novos

Proteger as mulheres da violência doméstica e familiar. É com esse objetivo que Vitória da Conquista mantém uma Rede Municipal de Proteção e Atenção à Mulher fortalecida e articulada, da qual faz parte o Centro de Referência Albertina Vasconcelos (Crav) – serviço oferecido pela Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social (Semdes).

No Centro, implantado em 2006, as mulheres em situação de violência recebem acompanhamento psicológico, atendimento social e orientação jurídica e participam de oficinas e palestras. “O Crav é de grande relevância para o município, contribuindo positivamente para a política da mulher em Vitória da Conquista. Afirmamos isso diante dos depoimentos das usuárias. Cada uma expressa como estava antes de chegar ao serviço e como está agora”, salientou a coordenadora do serviço, Angélica Andrade.

Angélica Andrade

Segundo a coordenadora, de 2006 a julho de 2013, foram atendidas no Centro de Referência da Mulher 10.115 mulheres. Destas, 2.627 foram notificadas como vítimas de violência doméstica e familiar; 516 foram encaminhadas a outros serviços da rede; 1.871 foram encaminhadas a serviços externos; 3 mil participaram de atividade internas e 7.256 de atividades externas, como congressos, palestras e seminários. Somente de janeiro a julho de 2013, foram registrados 126 casos novos e realizados 718 atendimentos, no geral.

Miguel Felício

Política fortalecida – O secretário municipal de Desenvolvimento Social, Miguel Felício, destacou que há compromisso do Governo em dar ainda mais ênfase ao atendimento que é prestado às mulheres. “Inclusive, está prevista, na reforma administrativa da Semdes, a criação da Coordenação de Política de Mulheres. Isso vai potencializar ainda mais o trabalho que a Prefeitura desenvolve para esse público”, realçou Miguel.

Além do Crav, as mulheres podem contar no município com outros serviços públicos voltados para a proteção e atenção dos direitos que elas possuem, a exemplo dos Centros de Referência Especializada da Assistência Social (Creas) e do Conselho Municipal da Mulher. Formado por membros da sociedade civil organizada e do Poder Público, o Conselho se reúne todas às segundas quintas-feiras do mês, às 15 horas, no Crav. Todas as interessadas podem participar.

O Crav funciona na Rua Jesiel Norberto, nº 40, bairro Candeias. O telefone para contato é o (77) 3424-5325.