A Câmara Municipal de Vereadores realizou uma sessão especial, na manhã desta sexta-feira (1º), para discutir o feminicídio e medidas de combate a esse crime. A coordenadora municipal de Políticas Públicas para Mulheres, Dayana Andrade, participou do ato representando a prefeita Sheila Lemos.


Dayane falou sobre o trabalho desempenhado pelo Governo Municipal no combate à violência de gênero. Nesse sentido, destaca-se a atuação do Centro de Referência Albertina Vasconcelos (Crav), que acolhe mulheres vítimas de agressões com assistência psicológica, jurídica e outros encaminhamentos. Esse acolhimento é de grande importância para interromper o ciclo da violência e evitar que essas mulheres também percam a sua vida para o feminicídio.

“Agora, a gente também está com a Unidade da Casa Rosa, construindo os fluxos e protocolos e adquirindo a parte do imobiliário, para que a gente possa inaugurar mais esse equipamento da Rede de Proteção e Atenção à Mulher”, lembrou Dayana. Na Casa Rosa, mulheres vítimas de violência serão abrigadas e terão a garantia da preservação de sua integridade física e emocional, além de auxílio no processo de reorganização de sua vida e resgate de sua autoestima.

A coordenadora destacou que, além da frente combativa, o trabalho da Prefeitura também passa pela prevenção, como campanhas como Março Mulher, Agosto Lilás e 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres. Também há projetos e eventos realizados em instituições de ensino.

“A gente dialoga e trabalha com a rede socioassistencial, com os Cras, os Creas, falando sobre o tema, falando sobre a importância de desconstruir o machismo, desconstruir a cultura machista que existe na nossa sociedade. E além de a gente trabalhar a prevenção, a gente também trabalha no combate”, afirmou Dayana.

Também contribuíram com a sessão, proposta pela vereadora Viviane, Sampaio, a defensora pública na área da Defesa da Mulher, Flávia Coura; a delegada da Delegacia de Atendimento Especializado à Mulher (Deam), Gabriela Garrido; a presidente do Conselho Municipal da Mulher, Maria Otília Soares; e a representante da Secretaria de Políticas para Mulheres da Bahia (SPM), Uiara Lopes. Participaram ainda da solenidade os familiares da jovem Sashira Camilly, vítima de feminicídio em Vitória da Conquista no último dia 26 de setembro.