A calha e o canal de mais de 400 metros conduzem a água das chuvas para longe, evitando que ela se acumule e invada as casas

Sídio Alves

A quem lhe pergunta, Sídio Alves Viana, o “Seu Nenga”, garante que tem 103 anos de idade. Sua nora, Sandra Márcia, 42, confirma. Foi do alto de tamanha experiência de vida que esse ex-lavrador, hoje aposentado, solicitou ao Governo Municipal que intervisse para resolver uma demanda da população de Dantelândia, distrito onde ele mora há tanto tempo que diz já ter “perdido as contas de quantos anos”.

A demanda se referia à drenagem de uma área próxima ao campo de futebol. E foi justamente para visitar o novo sistema de drenagem pluvial da localidade, recém-concluído pela Prefeitura, que o prefeito Guilherme Menezes, acompanhado de integrantes do Governo Municipal, esteve na tarde dessa quinta-feira, 31 na localidade rural. “É um momento de agradecimento”, disse Seu Nenga, sem conseguir conter as lágrimas.

‘Obra já testada’ – O sistema de drenagem consiste numa calha, popularmente conhecida por “engole-tudo”, que recebe todo o volume de água corrente provocado pela chuva e o conduz a um canal com aproximadamente 430 metros de extensão. A água acumulada na calha é levada, por meio do canal, para desaguar na depressão de um terreno já bem afastado, próximo ao povoado de Lagoa d’Anta. “Essa obra está aqui para servir à comunidade de Dantelândia”, disse o prefeito Guilherme Menezes, durante a visita ao distrito. “O canal foi testado, porque já choveu e a água foi drenada com facilidade, sem trazer mais transtorno para nenhum morador”, completou.

Sandra Márcia

De fato, a obra foi “testada” há cerca de quinze dias, durante uma chuva que chegou a acumular 45 milímetros de água na região de Dantelândia. Sandra Márcia, a nora de Seu Nenga, estava entre os moradores que pararam para atestar a eficiência do canal de drenagem. “Ficamos observando a água descendo todinha por aqui. Não teve mais alagamento, Graças a Deus”, comemorou.

Jaci Chagas

‘Comunidade feliz’ – “Toda a comunidade se sente muito feliz depois da construção desse sistema de drenagem”, disse o ex-presidente da Associação de Moradores de Dantelândia, Jaci Chagas. Para o vereador Coriolano Moraes, o momento de recepção da obra foi “de muita alegria” para os moradores. “A comunidade reconhece que a ação do Governo Municipal prioriza o ser humano e faz com que os investimentos públicos cheguem a quem mais precisa”, afirmou.

Também participaram da visita a Dantelândia o secretário municipal de Agricultura, Odir Freire, o gerente regional da Embasa, José Olímpio, o coordenador de Infraestrutura, Joel Fernandes, o policial rodoviário federal, Jorge Chagas, além de lideranças populares locais e membros da comunidade.