Para uma festa do porte do Arraiá da Conquista, a segurança é um quesito essencial e que recebeu máxima atenção do Governo para Pessoas. Uma ação integrada envolvendo agentes de diferentes órgãos de segurança pública e um aparato composto por câmeras de videomonitoramento e revista têm garantido a tranquilidade durante esses dias de festa.

Revista sendo feita na entrada do Glauber

Participando pela primeira vez de um evento dessa magnitudade, a Guarda Municipal montou um planejamento operacional estratégico para a festa, como conta o comandante capitão Cristóvão Lemos. Ao todo, 80 guardas e sete viaturas estão à disposição do evento, além de um posto de videomonitoramento com 11 câmeras e o plantão da corregedoria da Guarda no local.

Guarda Municipal

“Essa foi uma missão que encaramos de forma estratégica e prioritária, pois é a primeira vez que o efetivo da Guarda Municipal está sendo empregado em eventos especiais. Temos trabalhado de forma integrada e em conjunto com as forças de segurança pública existentes e a nossa avaliação tem sido bastante positiva”, avaliou o comandante Lemos.

Para o Major Chagas, à frente da 78ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), o balanço desses três dias de festa também é extremamente positivo. Além do efetivo, a Companhia montou uma central de videomonitoramento com 19 câmeras no local. “Este tem sido um evento tranquilo, um evento para a família. Não tivemos, até o momento, ocorrências relacionadas a furtos, roubos”, afirmou.

Videomonitoramento

O esquema de segurança do Arraiá da Conquista inclui ainda a presença de equipes da Defesa Civil, Samu 192, posto médico, 20 bombeiros militares e 25 bombeiros civis.

Presenciar todo esse efetivo e a infraestrutura de segurança no Glauber deixou o pedreiro Osvaldo Rodrigues mais tranquilo para curtir a festa, acompanhado da sua esposa e cunhada para curtir o Arraiá. “É muito importante a gente vir e curtir com segurança, sem risco. Dá mais tranquilidade”, comentou Osvaldo, prestigiando pela primeira vez o evento.