Teve início na manhã desta quinta-feira (10), o 1º Congresso Municipal de Educação com o tema “Aprender a Ser: Educador em sua Plenitude”. Promovido pela Secretaria Municipal de Educação (Smed), o evento, que acontece no Centro Cultural Glauber Rocha, faz parte das atividades do 1º Festival de Educação e Cultura de Vitória da Conquista (Festeccon).

Na abertura do evento, o Robozão fez uma apresentação para alunos professores e para o público em geral. Foi um espetáculo que chamou a atenção pela tecnologia apresentada e também pelo espetáculo de dança, interagindo com todos os presentes. A novidade, que estará presente durante todos os dias do Festeccon, encantou crianças e adultos.

Robozão

O professor e psicólogo Guilherme Davoli fez a palestra de abertura do Congresso, com abordagem sobre a plenitude do professor, sua importância e das famílias na formação do aluno. Segundo ele, é preciso entender que a formação deve estar ligada a uma coisa que ele chama de “vazio”, no sentido de que nós não sabemos o futuro.

“Não adianta dizer: ‘faz assim, vai por esse lado que você chega em algum lugar’. Não. Nós não sabemos. Então os alunos têm que estar extremamente flexíveis para se adaptar às dificuldades ou às novidades que vão surgir pela vida. E o melhor lugar para isso é na escola, e preferencialmente num diálogo muito profundo, próximo, entre família e escola”, disse Davoli.

Guilherme Davoli

Segundo o secretário Edgard Larry, “quando se tem fé, determinação, com a compreensão de que para se fazer educação tem que ser com amor e com a missão de servir, as coisas acontecem. Sabemos que temos que avançar e muitos são os desafios. Mas, quando se adentra a porta da educação, além do corpo e do intelecto, tem que ser também com a alma.  Estamos aqui para servir e somar esforços por uma educação cada vez melhor”, afirmou Larry.

A pedagoga da Escola Municipal Mãe Vitória de Petu, Graziele dos Santos Reis, falou da sua satisfação em participar do evento. “Eu sou nova na rede, estar prestigiando este evento é de uma grande importância. Parabenizo à Prefeitura por estar nos prestigiando com esse presente maravilhoso. Uma experiência única”, comentou a professora.

Os alunos da rede municipal também participam de programação especial no Festeccon. Tem o “Madrigalzinho”, onde estão sendo projetados filmes do Curta 5 do IFBA, visitam o espaço sensorial e de robótica (tecnologia); na Administração Escolar, observam a maquete de um espaço escolar e sessões do Planetário Professor Everardo Públio de Castro. No auditório do Planetário há uma exposição de artistas conquistenses e fotos antigas da cidade. Também houve treinamento de primeiros socorros e brigadistas de incêndio. Há também os espaços da Educação Especial, que recentemente realizou o 3º Cirandando, e o espaço com esculturas apresentadas no desfile de 7 de Setembro.