Quem passa pela travessa Lauro de Freitas tem a oportunidade de apreciar e adquirir peças únicas e diversificadas de artesanato na Feira de Economia Solidária, que acontece até este sábado (30). A iniciativa, promovida pela Prefeitura, tem como objetivo ampliar a renda e divulgar os produtos dos empreendedores da economia solidária de Vitória da Conquista.

A Feira de Economia Solidária proporciona um ambiente acolhedor no Centro da cidade, onde grande parte da população, que passa a pé pelo local, pode encontrar uma variedade de produtos feitos à mão. Desde objetos decorativos, plantas, até acessórios pessoais, cada peça carrega consigo a criatividade e o talento dos artesãos locais.

Uma das participantes da feira é a artesã Alice Maia, que compartilha sua experiência na Economia Solidária, na qual está envolvida há 4 anos. Para ela, o artesanato vai além de uma atividade que agrega renda extra ao orçamento, sendo também uma terapia para evitar problemas de depressão e ansiedade. “A Economia Solidária me proporcionou uma nova perspectiva de trabalho e de vida. Poder criar peças únicas e ver o reconhecimento das pessoas é gratificante. Além disso, o artesanato me ajuda a cuidar da minha saúde mental, proporcionando momentos de relaxamento e satisfação”, afirma Alice.

Alice

Segundo o coordenador municipal de Economia Solidária, Jadiel Albino, a Feira de Economia Solidária é uma oportunidade não apenas para os consumidores adquirirem produtos exclusivos e de qualidade, mas também para valorizar o trabalho dos artesãos locais e incentivar o comércio justo. “É uma forma de apoiar a economia local e fortalecer a identidade cultural da cidade”, explicou Jadiel.