Premiação foi marcada por apresentações culturais, sorteio de brindes e exposição de quadrinhos de alunos municipais

Seis deles são alunos das escolas municipais Josias Casaes e Ridalva Correa de Melo

Estudantes das escolas municipais Josias Casaes França (Dantelândia) e Ridalva Correa de Melo Figueiredo e de outras três escolas de Vitória da Conquista foram premiados, nesta quinta-feira (31), no Concurso de Histórias em Quadrinhos do projeto Eco Kids e Eco Teens. A premiação foi realizada no auditório do Centro de Cultura e contou ainda com uma exposição de quadrinhos dos alunos da Escola Municipal Fidelcina Carvalho Santos, sorteios de brindes, além de apresentações culturais.

Os participantes do Concurso produziram quadrinhos, tirinhas e charges, com o tema “Preservação do Parque Municipal Serra do Periperi”, que fazem parte da segunda edição do “Ecogibi” do projeto. “O Ecogibi traz a unidade de conservação como tema justamente para sensibilizar professores, funcionários, alunos e familiares sobre a existência desse bem e a importância de sua preservação”, destacou a promotora da Justiça Regional Ambiental de Vitória da Conquista, Karina Cherubini.

O estudante Gabriel Abreu, 13 anos, retratou os maus-tratos que o Poço Escuro tem sofrido por conta da ação humana e conquistou o 1º lugar. “Gosto de desenhar e fiquei muito feliz em ter ganhado. É importante falarmos sobre o meio ambiente e defendê-lo não só para a nossa, mas para as próximas gerações”, assegurou o aluno da Escola Municipal Ridalva Correa de Melo.

A prefeita Irma Lemos e a promotora Karina Cherubini entregam premiação para os primeiros colocados; Gabriel (blusa de mangas compridas) ao lado da prefeita

Ao todo, 45 estudantes concorreram nesta edição do Concurso, criado numa parceria entre o Ministério Público da Bahia e a Prefeitura Municipal, entre outras instituições públicas e privadas. “A gente vê essa parceria, aplaude e agradece”, reforçou a prefeita em exercício, Irma Lemos, que destacou também a presença dos alunos da zona rural entre os finalistas. “Isso incentiva para que no ano que vem, eles participem mais”, reforçou.

Para o secretário de Educação, Esmeraldino Correia, também é motivo de felicidade ver os alunos da Rede Municipal de Ensino sendo premiados e contribuindo para transformar a realidade ambiental em que vivem. “É uma satisfação imensa ver crianças da Rede produzindo trabalhos tão significativos, contando histórias sobre ecologia, através de quadrinhos. E isso repercute na rede. Nós sentimos uma grande alegria por essa conquista deles”, salientou.

Parceria entre a Prefeitura e o Ministério Público é comemorada pela prefeita em exercício, Irma Lemos

Confira a classificação final:

1º lugar
Mikaela da Silva – O novo arrebol (Colégio Abdias Menezes)
Gabriel Alves – Guardiões da floresta (Colégio Modelo Luis Eduardo Magalhães)
Max Deilton – Cuidando da nossa reserva (Escola Municipal Josias Casaes França)
Gabriel Abreu – Poço Escuro (Escola Municipal Ridalva Correa de Melo)
Enzo da Gama e João Pedro Vasconcelos – Terapia animal no Periperi (Nova Escola)

2º lugar
Dalila Souza – Se olhassem de cima (Colégio Abdias Menezes)
João Emanuel e Ticiane Silva – A natureza fala (Colégio Modelo Luis Eduardo Magalhães)
Ludmila Ferraz – Toda ação tem consequência (Escola Municipal Josias Casaes França)
Zyron Sousa – O Poço Escuro em perigo (Escola Municipal Ridalva Correa de Melo)
Amanda Louíse e Lucas de Oliveira – Acampamento de fogo (Nova Escola)

3º lugar
Maria Eduarda Pereira – Para onde foram as árvores? (Colégio Abdias Menezes)
Tiffany Monteiro e Priscila Novaes – E se os animais falassem (Colégio Modelo Luis Eduardo Magalhães)
Tainá Fernandes – Preserve o Poço Escuro (Escola Municipal Josias Casaes França)
Letícia Barbosa – A poluição do Rio Verruga (Escola Municipal Ridalva Correa de Melo)
Ana Lúcia Eloi e Isabella Prates – Salve a Serra (Nova Escola)