Parceria é a concretização de um sonho, destacaram os gestores

A parceria entre o Hospital Esaú Matos e a Secretaria Municipal de Saúde para a aplicação da metodologia do “Vem Neném” nas unidades de saúde de Vitória da Conquista foi selada nessa quinta e sexta-feira (25 e 26). É que os médicos e enfermeiros que atuam na Atenção Básica foram capacitados pela equipe do hospital.

Divididos em duas turmas, profissionais das zonas urbana e rural conheceram um pouco mais sobre o curso de preparação para o parto que é oferecido, mensalmente, pelo Esaú, aos casais atendidos pelo Pré-Natal de Alto Risco e unidades de saúde. O encontro foi marcado por discussões em grupo, palestras com profissionais do hospital e dinâmicas.

As unidades de saúde fazem o acompanhamento pré-natal e contam com grupos específicos para as gestantes, as chamadas rodas de conversa. A ideia é que os profissionais que compõem a Rede Básica de Saúde, com a orientação e supervisão do hospital, utilizem as estratégias apresentadas nas unidades em que atendem.

Um das dinâmicas apresentada ao grupo foi o “Chá de Bençãos”

“No Vem Neném, pegamos as informações que são técnicas e trabalhamos de uma forma mais humana e acolhedora. Porém, ele acontece uma vez no mês. Já nas unidades, o tempo para trabalhar esses temas será maior”, enfatizou a coordenadora de Humanização do hospital, Christianne Schettine. Segundo ela, isso vai contribui para uma experiência positiva do parto.

A diretora da Atenção Básica, Juliede Rosa, definiu o encontro como a concretização de um sonho. “Este é um momento de muita alegria, em que estreitamos a parceria com esse projeto lindo da Fundação. Tenho certeza de que todos os profissionais vão sair daqui hoje muito mais sensibilizados para os cuidados com a mãe e o bebê e ainda mais capacitados”, destacou.

É o que também espera o diretor da Fundação de Saúde que administra o hospital, Felipe Bittencourt. “Era um desejo nosso fazer a união do hospital com a Atenção Básica para que a gente consiga servir da melhor forma o Sistema Único de Saúde (SUS) e o usuário. É uma parceria que eu tenho certeza que já deu certo e que vai se desdobrar em outros projetos”, assegurou.

Atuando na Unidade de Saúde da Família da Roseira, o médico Íris Abade, avaliou: “Achei fundamental os esclarecimento que tivemos aqui. Eles são importantes para que a gente tenha uma gestante muito mais preparada para o parto e o pós-parto, e para que haja essa interação maior médico-paciente e paciente-unidade de saúde”.