A Prefeitura de Vitória da Conquista anunciou, na sexta-feira (11), em São Paulo (SP), para representantes de 18 empresas, sindicatos e consultorias da área de resíduos sólidos intenção de lançar, nos próximos 15 dias, o chamamento público de empresas interessadas em elaborar estudos de viabilidade e projeto de modelagem, com a finalidade de dar suporte à Administração Municipal para a futura licitação de concessão dos Serviços de Gestão Integrados de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) no município.

A secretária de Governo, Geanne Oliveira e o secretário de Finanças, Jonas Sala, com apoio da servidora Priscilla Dantas, integrante da comissão técnica de PPP, apresentaram aos executivos os dados gerais de Vitória da Conquista, a situação financeira do Município, informações sobre geração de resíduos, coleta urbana, equipamentos, a exemplo do aterro próprio, legislação e estudo específicos da área.

Impressão do mercado – O presidente do Sindicato das Empresas de Limpeza Urbana no Estado de São Paulo (Selur), Márcio Matheus, destacou a transparência dada ao projeto e elogiou o trabalho da equipe conquistense. “Estiveram aqui os grandes grupos empresariais que atuam no setor, que têm realmente condição de contribuir com Vitória da Conquista. Parabenizo a iniciativa do Município de vir ao encontro das empresas e isso é uma mudança de visão para atrair o melhor para cidade. E esse processo de isonomia competitiva que a administração municipal permitiu aqui mostra lisura e avanço na gestão. Vitória da Conquista deu um show diante do mercado”, comentou Márcio Matheus.

Márcio Matheus, Geanne Oliveira e Jonas Sala

Empresário do segmento há 40 anos, Lucas Radel, parabenizou a Prefeitura por levar ao mercado o projeto, a inovação, a transparência e a expectativa. Ele salientou que 5.868 municípios brasileiros terão que fazer esse processo e Vitória da Conquista saiu na frente, “dando exemplo e com certeza terá o resultado pretendido”, completou.

André Sampaio, da Radar PPP, empresa que atua na área treinamento e coleta de dados na área de concessão e PPPs, acompanha as ações da Administração Municipal para se qualificar nesta nova modalidade de concessão. Para ele, a iniciativa demostra o espírito empreendedor da gestão, na busca pela melhor proposta para o município e para seus cidadãos. “Temos certeza absoluta que o munícipio vai atrair a atenção da iniciativa privada, cumprir o objetivo de receber uma boa proposta e lá na frente culminando em um contrato de concessão”, afirmou.

Avaliação do governo – À frente do programa de PPP em Conquista, Geanne classificou o evento como extraordinário: 70% do mercado foi mobilizado diretamente. “Vitória da Conquista protagoniza o ineditismo de ser uma gestão que vai dialogar diretamente com o mercado, saindo à frente nesse processo”, declarou. Ao confirmar que em breve será publicado o edital de chamamento público, a secretária indicou: “Pelo termômetro daqui devemos receber boas propostas”.

Sala advertiu que o processo da oferta do serviço público para a população passa por etapas e sobretudo pela publicidade no sentido de atrair as melhores propostas, que sejam mais econômicas e mais eficientes. “E ao realizar esse pré-lançamento, com o apoio do sindicato nacional e com a presença maciça das grandes empresas do setor de resíduos sólidos, a Prefeitura dá transparência e traz dividendos de médio e longo prazo bastante interessantes para a administração”, concluiu o secretário de Finanças.