Profissionais do Hospital Municipal Esaú Matos participaram, em Brasília, na terça e na quarta, 25 e 26 de outubro, da primeira sessão de aprendizagem presencial do projeto “Saúde em Nossas Mãos: melhorando a Segurança do Paciente em Larga Escala no Brasil”. A iniciativa, promovida pelo Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS), teve como proposta principal dar suporte técnico e metodológico para as unidades de terapia intensiva dos hospitais selecionados para o projeto.

“O Hospital Esaú Matos foi um dos selecionados e por meio desse projeto estamos buscando aprimorar o desempenho referente à segurança do paciente na UTI Neonatal com a aplicação de diretrizes de práticas seguras para prevenção de infecção”, explica Diogo Azevedo, diretor-geral da Fundação Pública de Saúde de Vitória da Conquista, que mantém o Hospital.

Durante o evento, o Esaú Matos f

oi representado pela enfermeira Alda Nery, a médica Geisa Helena, a enfermeira Lorena Pastor e a fisioterapeuta Renata Souto, integrantes da equipe técnica que está à frente do projeto no Hospital. De acordo com o grupo responsável, com a implementação de pacotes de mudanças na unidade neonatal, a meta é reduzir, até dezembro de 2023, 30% da quantidade de Infecções Primária de Corrente Sanguínea Laboratorial (IPCSL), Pneumonia Associada à Ventilação Mecânica (PAV) e Infecções do Trato Urinário (ITU). “Para isso, está sendo feito um trabalho de forma conjunta, com o envolvimento da gestão, das equipes de Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH), do Núcleo de Segurança do Paciente e da equipe multidisciplinar da UTI Neonatal do Hospital Esaú Matos”, afirma o diretor.

“Com o suporte técnico e educacional do projeto “Saúde em Nossas Mãos” e empenho e comprometimento da nossa equipe técnica, vamos melhorar ainda mais o atendimento prestado aos recém-nascidos que necessitam de atendimento especializado da Unidade de Terapia Intensiva do nosso Hospital. Essa, sem dúvida, é mais uma ação que destaca o comprometimento da Fundação Pública de Saúde de Vitória da Conquista em sempre buscar prestar um serviço de qualidade para os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS)”, completa Diogo Azevedo.

Além do Ministério da Saúde, o apoio técnico e educacional do projeto Saúde em Nossas Mãos é oferecido por seis hospitais de referência no Brasil: Albert Einstein, Alemão Oswaldo Cruz, Beneficência Portuguesa, Hospital do Coração, Moinhos de Vento e Sírio-Libanês.