Educadores sociais e facilitadores de oficinas que atuam no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) participam, desde a última segunda-feira, 6, de uma capacitação. A atividade, realizada no auditório da Rede de Atenção e Defesa da Criança e do Adolescente, reúne cerca de 40 pessoas e tem como objetivo estimular os educadores, proporcionando a eles melhor suporte no trabalho com as crianças e adolescentes.

Além de palestras e rodas de conversa, que envolvem temas relacionados a psicologia infantil, inteligências múltiplas, ética no ambiente de trabalho e atribuições do educador social, o curso conta com oficinas de arte e teatro. Também serão apresentados outros serviços oferecidos pelo município, por meio de várias secretarias, entre elas Educação e Saúde.

Cinara Ferraz, coordenadora municipal de Proteção Social Básica

A coordenadora municipal de Proteção Social Básica, Cinara Ferraz, explicou que a partir do próximo dia 22, os participantes estarão reunidos para elaboração do planejamento anual do serviço. Sobre a importância da atuação do educador social, a coordenadora lembrou que além de trabalhar com as crianças e adolescentes, o educador social atua junto às famílias e à comunidade. “Ele é a referência do serviço na comunidade em que trabalha, por isso é necessário que esteja capacitado para atender a esse público”, completou.

O Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos é organizado por faixa etária e tem como objetivo prevenir possíveis situações de risco da população em geral, visando à melhoria da qualidade de vida. Em Vitória da Conquista ele é oferecido nos Centros de Referência da Assistência Social (Cras).