Na manhã desta segunda-feira, 4, foi realizada mais uma etapa da capacitação para os educadores sociais do Conquista Criança. Dessa vez, o promotor de Justiça da Vara da Infância e da Juventude, Marcos Coelho, e a psicóloga do Centro de Referência de Assistência Social Rural, Cássia Cardoso, abordaram, respectivamente, a importância das medidas socioeducativas, com base no Estatuto da Criança e do Adolescente, e a proteção especial de alta e média complexidade. Participaram também da programação o secretário municipal de Desenvolvimento Social, Miguel Felício, e a gerente do Conquista Criança,

O promotor Marcos Coelho

Eslange Sousa.

O promotor Marcos Coelho declarou que a iniciativa permite uma troca de experiência valiosa entre os profissionais. “Hoje em dia percebeu-se que a complexidade é muito grande no atendimento de crianças e adolescentes. Não há mais espaço para amadorismo, e as equipes que trabalham com esse público devem saber como intervir. Por isso essas iniciativas de capacitação são importantes”, explica.

O educador social do programa, Valquírio Viana

Aprendizado – Para o educador social do programa, Valquírio Viana, é fundamental que os funcionários passem pela formação. “Este momento é importante porque a gente repensa as nossas ações, avaliando o que ocorreu de positivo e negativo no ano passado, para que a gente possa atender da melhor forma possível os nossos educandos no futuro”, disse.

A educadora Izane Sousa

Segundo a educadora Izane Sousa, a capacitação permitiu sanar dúvidas da equipe. “Nós tínhamos muitas incertezas, ficávamos com receio de aplicar algumas medidas e hoje, com a palestra do promotor, ficou tudo esclarecido, tomamos conhecimentos de novas medidas. Então, entendo que a capacitação tem sido uma experiência muito enriquecedora para todos nós”, avalia.

Qualificação – Os educadores do Programa Conquista Criança participam de atividades capacitação até o próximo dia 8, no auditório da Rede de Atenção e Defesa da Criança. Os objetivos das atividades são fortalecer o serviço do programa, executado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, e discutir a importância da participação das famílias dos educandos nas ações.