A Central de Interpretação em Libras (CIL) presta assistência à comunidade surda em Vitória da Conquista

A Secretaria Municipal de Educação (Smed), por meio da Central de Interpretação de Libras (CIL), promove nesta quarta-feira (11), a primeira palestra em comemoração ao “Setembro Azul” – mês dedicado à Cultura Surda.

A palestra: “África nas mãos: espaços, conflitos e resistências” será ministrada em língua de sinais pelo professor da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Wermerson Silva, às 18h, no Auditório da Rede de Atenção à Criança e o Adolescente, localizado na Praça Tancredo Neves. Haverá ainda a tradução simultânea para o público ouvinte (não surdo).

Segundo o professor, o evento irá tratar sobre o desenvolvimento da pesquisa na área de língua Brasileira de Sinais (Libras), principalmente na área da cultura Afro-brasileira. “A Libras é uma língua essencial para o fortalecimento da comunidade surda e para a valorização de sua identidade. Dessa forma, se faz necessário intensificar de modo sistemático, a diversidade linguística, cultural e religiosa na Libras”, relata.

A coordenadora da Central de Libras, Jaqueline França e o professor e palestrante, Wermerson Silva

Para a coordenadora da CIL, Jaqueline França, através desses eventos a comunidade surda tem conquistado seu espaço na sociedade. “Esses eventos que enfatizam a cultura surda, demonstram a importância de entender o universo do surdo e seu processo de comunicação, dado através da língua de sinais”, explica.

Ainda no mês de setembro, será realizada uma série de eventos voltados à comunidade e no dia 25, véspera do dia nacional do surdo, haverá uma palestra com o professor, especialista em educação para surdos, Carlos Alberto Franco.