Nesta quarta-feira, 29, é comemorado o Dia Nacional da Visibilidade Trans. Por isso, a Prefeitura de Vitória da Conquista, por meio da Assessoria Técnica de Políticas Públicas para Diversidade Sexual, preparou uma carta pública em que são relembradas ações que visam à garantia de direitos a essa parcela da população conquistense.

Desde dezembro de 2011, a Prefeitura intensificou as ações voltadas para o público LGBT. Em janeiro de 2012, a data foi lembrada por uma campanha institucional, com o tema “Respeito e dignidade. É isso que queremos”. A campanha, composta por outdoor, banner eletrônico e mobiliário urbano, foi protagonizada pela professora municipal, Denise Ventura, e pela técnica de enfermagem, Raphaela Souza, ambas transexuais e cidadãs conquistenses.

Neste ano de 2014, a Assessoria da Diversidade Sexual lança a campanha “Dentro de mim! Seja qual for seu gênero, Conquista respeita a sua identidade”. A campanha enfatiza que, em uma sociedade complexa e diversificada, reconhecer a pluralidade e a diversidade é condição indispensável para a promoção da dignidade. A ação de 2014 traz como protagonistas o transexual Ian Machado, jovem graduando em Cinema e Vídeo pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), e a travesti Tieta Rodrigues, colaboradora da Associação Renascer, responsável pelo acolhimento de pessoas vivendo com HIV/AIDS”.

De acordo com o calendário divulgado pela Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT), dos 417 municípios baianos, Vitória da Conquista é o único a realizar um evento para comemorar a data. Desde 2012, por meio de Decreto Municipal nº 14.273, Vitória da Conquista se tornou também a primeira cidade do interior a garantir o uso do nome social de travestis e transexuais.

Para que a população de lésbicas, gays, bissexuais e transexuais continue avançando na conquista e na garantia de direitos, a Administração Municipal instituiu uma assessoria técnica, ligada à Secretaria de Desenvolvimento Social, que oferece apoio e orientação à população, com o objetivo de estabelecer uma cultura de respeito à diversidade.

Confira a nota na íntegra.