Um prédio de três andares, situado na Rua da Constelação no loteamento Panorama, começou a ruir nesta quarta-feira (7). A Defesa Civil do Município já havia interditado o imóvel no dia 28 de janeiro, quando os moradores foram deslocados para o prédio vizinho e o Simtrans fez o isolamento da via, pois havia risco de desabamento. No fim da tarde de hoje, o edifício começou a inclinar para a parte de trás do terreno e novamente os órgãos da Prefeitura estiveram no local.

“Já havíamos dado todas as orientações em relação ao risco do prédio entrar em colapso, solicitando que o proprietário procurasse um engenheiro para verificar a possibilidade de fazer um reforço na estrutura ou a demolição. Hoje à tarde, nós recebemos essa solicitação informando que o prédio veio a colapso”, informou o engenheiro da Defesa Civil, Gabriel Queiroz.

A pedido da Defesa Civil, o Simtrans aumentou a área de isolamento porque existe o risco de cair algum tipo de escombro para a frente da rua. Por conta da existência de fios partidos, a Coelba também foi acionada e fez o desligamento do ramal da parte já interditada.

A Defesa Civil já recomendou a demolição, caso o prédio não venha a tombar ainda durante a noite, ou fazer a demolição do restante e a retirada dos escombros, caso caia.

Gabriela Barbosa, uma das moradoras do imóvel, confirma que a Defesa Civil foi acionada no dia 28 para avaliar o prédio que estava com suspeita de desabamento. “Os técnicos vieram até o local, avaliaram, disparou para os moradores que havia risco de ficar dentro, interditou o prédio, chamou o Simtrans que interditou a rua e pediu para a gente chamar um profissional para avaliar melhor. Até certo momento, a gente chamou, mas estava esperando o clima dar uma melhorada para entrar no prédio, porque estava muito molhada a estrutura, só que aconteceu que o prédio veio a ceder”, comentou a moradora.