A implantação do Centro de Referência Especializado de Assistência Social Rural (Creas Rural) em 2011 foi uma ação pioneira em Vitória da Conquista, resultante do compromisso do Governo Municipal em garantir a preservação dos direitos de crianças e adolescentes da zona rural. Presente nos distritos de José Gonçalves, Bate Pé, São João da Vitória e São Sebastião, o Creas Rural já se tornou referência para todo o país pela oferta de serviços socioassistencias de média complexidade.

O serviço atende pessoas que tenham sido vítimas de qualquer forma de violência – física ou psicológica –, cujos direitos tenham sido violados e os vínculos familiares e comunitários não foram rompidos. Em 2013, por exemplo, foram atendidas pelo serviço mais de 400 pessoas, entre crianças, adolescentes, adultos e idosos. O Creas tem uma área de abrangência de 117 localidades, entre povoados e distritos de Vitória da Conquista.

Cássia Eugência em atendimento no Creas Rural de José Gonçalves.

As ações desenvolvidas consistem em um trabalho multidisciplinar, desenvolvido por profissionais competentes e qualificados: psicólogo, assistente social, advogado e educadores sociais que se dedicam para a construção de um projeto de intervenção adequada para cada usuário.A equipe ainda facilita o acesso aos benefícios do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), procedendo a inscrição dos usuários no Bolsa Família e no Benefício de Prestação Continuada (BPC), além de inseri-los na rede socioassistencial do município.

A coordenadora e psicóloga do Creas Rural, Cássia Eugênia Cardoso, destaca a importância do serviço para a população dos povoados e distritos. “É um projeto inovador e de grande importância à população da zona rural, promovido pelo Governo Participativo, que busca garantir a acessibilidade dos usuários que tiveram seus direitos violados ao atendimento psicossocial e jurídico, individual e grupal, bem como, outros serviços necessários ao fortalecimento e prevenção de vulnerabilidade em âmbito familiar”, explicou.

Télia Santos

Télia Pereira Santos, tem 37 anos, dois filhos e participa do serviço desde sua implantação. “É algo muito importante para nossa comunidade, principalmente, para as crianças e adolescentes. Um serviço que tem nos ajudado muito. A psicóloga e a assistente social, por exemplo, nos atende com muito carinho. Meus filhos também reconhecem a importância do serviço, princialmente pelo fato de serem adolescentes. Eles já foram muitas vezes orientados pela equipe”.

Marly

A aposentada Marly Gomes Novais vai fazer 50 anos em março e também declara que o Creas Rural tem sido de grande auxílio para sua vida. “Eu gosto muito do serviço. Frequento há mais de um ano e dentro desse período eu melhorei bastante. Eu sempre indico para minhas amigas da igreja porque é muito bom vir e foi aqui que recebei o auxílio que precisava. Meu filho também me dá todo o apoio para vir nas palestras e reuniões e isso pra mim tem sido de grande ajuda”.