A ação foi promovida no Posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF)

O Dia Nacional de Combate e Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual contra Criança e Adolescente, celebrado em todo país no dia 18 de maio, foi de mobilização em Vitória da Conquista. Durante toda a manhã desse domingo, 18, a equipe do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) esteve no Posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) distribuindo panfletos informativos e chamando a atenção de motoristas para a importância do combate ao abuso e à exploração sexual contra crianças e adolescentes.

De acordo com a diretora de Proteção Social Especial de Média e Alta Complexidade, Kátia Freitas, a ação traz como um dos grandes alertas a importância da denúncia. “A Prefeitura, por meio do Creas, está fazendo essa campanha com o objetivo de sensibilizar os caminhoneiros sobre a necessidade da denúncia em casos de violência contra crianças e adolescentes. Sabemos que os números são altos e que muitos ainda não são revelados, pois ainda há um muro do silêncio que precisa ser rompido. Para isso, é necessário denunciar através do Disque 100, ou, aqui em Vitória da Conquista especificamente, através dos Conselhos Tutelares, seja na zona leste e oeste ou no Conselho Tutelar Rural. Também temos aqui os serviços de proteção, que são os Creas”, informou.

A blitz educativa faz parte da Campanha de Combate e Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes que tem como símbolo uma flor, acompanhada da frase “Faça Bonito. Proteja nossas Crianças e Adolescentes”. “Esse é um trabalho importantíssimo visto que a incidência da exploração infantojuvenil ainda é muito grande. Quanto mais trabalho nesse sentido tiver, melhor será para reduzir ou até mesmo eliminar essa incidência”, declarou o inspetor da PRF, Cássio Murilo Góes.

Segundo a coordenadora do Centro de Referência Especializada da Assistência Social (Creas Central), Vanessa Severino, a escolha do Posto da PRF para a realização da blitz educativa deve-se a diferentes motivos. “O nosso objetivo é mobilizar os caminhoneiros considerando que aqui a gente tem um tráfego de motoristas muito grande e também considerando que ainda existem muitos casos de exploração sexual nas BRs”, explicou. O apoio da PRF à Campanha também constitui um desses motivos.

Quem passou pelo Posto no momento da ação apoiou a iniciativa. “Eu achei ótimo esse trabalho porque o que a gente ouve falar de crime sexual hoje em dia contra a criança e adolescente não é pouco”, disse o caminhoneiro Josenilton Souza.

Símbolo de luta– O 18 de Maio marca o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A data foi escolhida como símbolo da luta pelos direitos de crianças e adolescentes, em lembrança ao sequestro da menina Araceli Cabrera Sanches, estuprada e assassinada aos 8 anos de idade, em 18 de maio de 1973, em Vitória (Espírito Santo). O corpo foi encontrado seis dias depois, completamente desfigurado e com sinais de abuso sexual. Os responsáveis pelo crime não foram punidos.