Se estiver com sintomas de gripe, evite contato físico com outras pessoas, principalmente idosos e doentes crônicos e fique em casa por 14 dias.

Os sintomas mais comuns da COVID-19 são tosse seca, febre e cansaço – sintomas comuns da gripe. Alguns pacientes podem apresentar também dores, congestão nasal, corrimento nasal, dor de garganta, falta de paladar e olfato ou diarreia. Uma parcela importante de pessoas infectadas é assintomática ou apresenta sintomas amenos. Cerca de 80% dos que apresentam sintomas, se recuperam da doença sem precisar de tratamento especial.

Mas caso perceba o agravamento dos sintomas, entre em contato com a Vigilância Epidemiológica ou procure uma unidade de saúde do seu bairro. O serviço hospitalar deve ser procurado quando, além dos sintomas gripais, o paciente apresentar febre e falta de ar.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), uma em cada seis pessoas que é infectada pela COVID-19 fica gravemente doente e desenvolve dificuldade em respirar. As pessoas idosas e as que têm outras condições de saúde como pressão alta, problemas cardíacos ou diabetes, têm maior probabilidade de desenvolver doenças graves.

O diagnóstico da COVID-19 é realizado primeiramente pelo profissional de saúde que deve avaliar a presença de critérios clínicos e, caso o paciente apresente os sintomas, o profissional de saúde poderá solicitar o exame, a depender dos critérios estabelecidos pela Nota Técnica COE nº 54, da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) – atualizada em 04 de junho de 2020.

A Secretaria Municipal de Saúde reforça a importância de que, neste momento, a população siga as orientações de distanciamento físico e isolamento social, mantendo os cuidados de higiene, evitando aglomerações e, caso apresente sintomas da doença, entre em contato imediatamente com uma Unidade de Saúde ou com o Call Center.

Call Center – A Secretaria Municipal de Saúde disponibiliza um Call Center para tirar dúvidas da população sobre a COVID-19 e atender pessoas que apresentam os sintomas da doença. Além disso, para crianças com menos de 2 anos de idade, considera-se também obstrução nasal, na ausência de outro diagnóstico específico.

Especialmente em gestantes e idosos, a febre pode estar ausente. Assim, diante de pacientes sem febre mas com sinais e sintomas respiratórios compatíveis com COVID-19, deve-se considerar também critérios específicos de agravamento como desmaio, confusão mental, sonolência excessiva, irritabilidade e falta de apetite.

Contatos:
• Telefones fixos: (77) 3429-7451/3429-7434/3429-7436
• Celulares: (77) 98834-9988/98834-9900/98834-9977/98834-9911