O acordo visa o fornecimento de novos equipamentos à cooperativa, além de capacitação profissional para os cooperados

Assinatura do convênio

Para os integrantes da cooperativa Recicla Conquista, a tarde desta terça-feira, 18, foi caracterizada pela confirmação de algumas expectativas, e também pelo lançamento de outras novas, relacionadas ao futuro em médio prazo. Tudo isso por conta da assinatura de um convênio entre a cooperativa e a Caixa Econômica Federal, que prevê um investimento total de R$ 112 mil. Os recursos deverão ser repassados de forma parcelada pelos próximos dois anos.

Superintendente da Caixa, José Ronaldo Cunha Maia

O acordo prevê o fornecimento de novos equipamentos, mais modernos e indispensáveis ao trabalho com reaproveitamento de material descartado. Além disso, haverá investimento na capacitação dos cooperados, por meio de cursos aos quais eles poderão ter acesso. “Este é o primeiro passo para a formação de uma nova cooperativa, mais forte e sustentável”, comemorou o superintendente da Caixa na região sudoeste, José Ronaldo Cunha Maia.

Márcio Higino

Segundo o chefe de Gabinete da Prefeitura de Vitória da Conquista, Márcio Higino, o aspecto mais notável do acordo de cooperação está justamente no repasse de conhecimento. “É muito importante que os cooperados se preparem profissionalmente para o futuro, através dessa capacitação”, disse Higino, que representou o prefeito Guilherme Menezes na cerimônia de assinatura.

Ele destaca, ainda, o fato de a Prefeitura Municipal ter apoiado o Recicla Conquista desde sua fundação, há oito anos: “Antes havia o lixão, que foi extinto pela Prefeitura. Lá, trabalhavam muitas famílias, inclusive crianças que viviam da coleta de lixo. Com o investimento no aterro sanitário, a cooperativa ganhou melhores condições de desenvolvimento. E, desde o início, houve o apoio do Governo Municipal a essa iniciativa”.

Otimização– Atualmente, o Recicla Conquista é formado por cerca de 60 cooperados. A equipe atua em uma área que abrange aproximadamente 60% da área urbana de Vitória da Conquista, coletando material descartado e conduzindo-o para o processo de separação e reaproveitamento. A receita mensal da cooperativa varia entre R$ 22 e 28 mil.

Solange Pereira

Ao fim de cada mês, cada cooperado recebe uma renda proporcional ao seu trabalho durante o período. A presidente do Recicla Conquista, Solange Pereira dos Santos, acredita que, com os novos investimentos provenientes do acordo com a Caixa, o trabalho da cooperativa será otimizado. E a renda dos cooperados, consequentemente, poderá aumentar. “Estamos precisando muito disso. São famílias que vivem exclusivamente do trabalho na cooperativa”, disse.