A Secretaria Municipal de Educação (Smed)  acaba de incorporar 110 pedagogos e pedagogas contratados por seleção pública para atuar desenvolvendo o trabalho nas salas de aula da Educação Infantil ao 5º ano do Ensino Fundamental durante o período em que os professores realizam Atividades Complementares (ACs).

Atividade complementar é o tempo que o professor utiliza com planejamento e organização pedagógica, garantido pela Lei n° 11.738/2008, que determina 1/3 da carga horária do professor para essas atividades. Os profissionais selecionados participaram de uma capacitação, ocorrida ontem (22).


O secretário municipal de Educação, Edgard Larry, afirma que, com a contratação dos novos pedagogos para suprir a escola enquanto os professores estão em ACs, Vitória da Conquista inicia uma nova etapa no Ensino Municipal: “É uma conquista e concretização que atendem um grande anseio da classe e, sobretudo, a garantia do cumprimento à Lei do Piso”.

Para a coordenadora  da Superintendência Escolar, Alessandra Martins, a garantia de tempo para os professores realizarem as ACs contribui para melhorar a qualidade do ensino. “Para além dessa conquista, que é uma luta da categoria há mais de 20 anos, o trabalho desses profissionais possibilitará que os professores tenham tempo de qualidade para planejar as atividades pedagógicas, assegurando uma educação de mais qualidade aos nossos alunos”, explica Alessandra.

As expectativas dos profissionais são positivas. “Espero estar colaborando com o trabalho pedagógico da escola e conseguir chegar ao final desse ciclo com o sentimento de dever cumprindo”, disse Claudiane Alves. E João Paulo Vilarim completou: “A gente vai compreendendo esse trabalho que é desafiador inclusive pela lacuna deixada pela pandemia com a ausência dos alunos da sala de aula por tanto tempo”.