Equipe do Consultório na Rua realiza testagem para Covid-19 em pessoas que vivem em situação de rua

Desde o início das ações de enfrentamento da Covid-19 em Conquista, a Prefeitura vem realizando ações para ampliar a assistência à população que vive em situação de rua. Além dos serviços assistenciais do Centro Pop Adulto, Centro Pop Criança e Adolescente e Equipe de Abordagem Social, também foram criados mais três abrigos provisórios e uma unidade de atendimento na Prefeitura da Zona Oeste.

Aliado a isso, a equipe do Consultório na Rua (CnaR) – um dos serviços da Atenção Básica da Secretaria Municipal de Saúde, que visa garantir assistência em saúde para atender às necessidades dessas pessoas – intensificou o trabalho no município aumentando a quantidade de abordagens realizadas diariamente na rua e fazendo a testagem rápida dos pacientes atendidos pelo serviço. Os testes são feitos seguindo os critérios que priorizam idosos, aqueles que possuem comorbidades de risco para Covid-19 ou conforme a notificação. Até agora, já foram testadas em Conquista 95 pessoas que vivem em situação de rua.

No momento de abordagem, a equipe faz uma avaliação de cada paciente para identificar se algum deles apresenta algum sintoma respiratório. “Hoje, a gente conta com abrigamento específico para o indivíduo que precise ficar em isolamento por estar com suspeita de Síndrome Gripal. O Consultório na Rua avalia esses pacientes e faz os devidos encaminhamentos às unidades de saúde para avaliação. Há algumas pessoas que se recusam a ir para abrigamento, mas continuam sendo monitoradas ainda na rua”, explica Érica Suzart, coordenadora do serviço e apoiadora institucional da Atenção Básica.

O consultório itinerante conta com uma equipe formada por sete profissionais: uma enfermeira, um técnico em enfermagem, assistente social, psicóloga, dois técnicos de saúde bucal e mobilizador social. E além do trabalho feito nas ruas, também presta assistência à Casa do Andarilho, conveniada à Prefeitura; ao Lar da Misericórdia e aos pacientes da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) do município.

Ainda de acordo com a coordenadora, “a estratégia que Conquista está adotando para a população em situação de rua é pioneira na nossa região. Nenhum município conseguiu efetivar, nesse momento de pandemia, uma estratégia tão eficiente quanto a de Conquista”, destaca.