Com 9.940 doses da vacina AstraZeneca recebidas na quarta-feira (2), a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) ampliará o público de vacinação da 1a. dose contra a Covid-19, nesta sexta-feira (4), para pessoas a partir de 59 anos ou mais; lactantes de 30 anos ou mais, com período de amamentação do segundo ao 12º mês dos bebês; e trabalhadores da Educação, de 35 a 59 anos.

A SMS também dará continuidade à aplicação da 1a. dose para pessoas que pertençam aos grupos já contemplados, e não puderam se vacinar (à exceção de trabalhadores da Saúde e forças de segurança) e para pessoas com 18 anos ou mais dos grupos prioritários de portadores de doenças crônicas e condições especiais.

Serão vacinados apenas moradores do município de Vitória da Conquista

A vacinação da primeira dose acontecerá das 9 às 16 horas, no drive-thru da Ufba (Candeias), ou nos seguintes pontos fixos para pedestres: Colégio Paulo VI (Ibirapuera), quadra esportiva da Fainor (Candeias), quadra da Igreja Nova Sião (Alto Maron), Escola Municipal Professora Fidelcina Carvalho Santos (Urbis VI), Paróquia Rainha da Paz (Patagônia) e salão paroquial da Santa Luzia (Urbis V).

A segunda dose da AstraZeneca/Oxford/Fiocruz será destinada a pessoas que estão agendamento no cartão de vacinação para até 6 de junho. A aplicação também acontecerá das 9h às 16h, no drive-thru do Comando de Policiamento da Região Sudoeste (CPRSO), no Kadija, e nos pontos fixos para pedestres listados acima.

Documentos necessários – Para se vacinar, é preciso apresentar documento pessoal com CPF e comprovante de residência de Vitória da Conquista. As lactantes também devem levar a certidão de nascimento do bebê. Para os profissionais de educação que atuam em Vitória da Conquista, será exigido o contracheque de abril de 2021.

Já as pessoas incluídas nos grupos de doenças crônicas e condições especiais necessitam apresentar cadastro já existente da sua Unidade de Saúde de referência; ou laudos declarações, prescrições médicas ou relatórios médicos com descritivo ou CID da doença ou condição de saúde.

Quem pode se vacinar – Confira abaixo em detalhes os grupos prioritários que poderão se vacinar nesta sexta (4).

– Pessoas a partir de 59 anos;

– Lactantes de 30 anos ou mais, a partir do segundo mês pós-parto, com bebês de até 12 meses;

– Trabalhadores da Educação, de 35 a 59 anos, que atuam em Vitória da Conquista;

– Pessoas com 18 anos ou mais, com: diabetes mellitus ou hipertensão, desde que atendam os critérios para vacinação*; doença pulmonar obstrutiva crônica, fibrose cística, fibroses pulmonares, pneumoconioses, displasia broncopulmonar, asma grave (uso recorrente de corticoides sistêmicos, internação prévia por crise asmática); insuficiência cardíaca; hipertensão pulmonar; cardiopatia hipertensiva; síndromes coronarianas; valvopatias; miocardiopatias e pericardiopatias; doenças da aorta, dos grandes vasos e fistulas arteriovenosas; arritmias cardíacas; cardiopatias congênita no adulto; e prótese valvares e dispositivos cardíacos implantados; doença cerebrovascular (acidente vascular cerebral isquêmico ou hemorrágico, ataque isquêmico transitório, demência vascular); doenças neurológicas crônicas que impactem na função respiratória; paralisia cerebral; esclerose múltipla e condições similares; doenças hereditárias e degenerativas do sistema nervoso ou muscular; e deficiência neurológica grave; doença falciforme, talassemia maior ou cirrose hepática; obesidade mórbida com Índice de Massa Corpórea (IMC) maior ou igual a 40, (para se vacinar, é necessário apresentar relatório médico ou nutricional que comprove o IMC); transplante, Síndrome de Down e imunossupressão**; deficiência permanente, incluindo: pessoa que tem impedimento de longo prazo, de natureza física, mental, intelectual ou sensorial; limitação motora; indivíduos com grande dificuldade ou incapacidade de ouvir, enxergar ou com alguma deficiência intelectual que limite as suas atividades habituais;

– Pessoas de grupos que já foram contemplados, mas que não conseguiram se vacinar, à exceção de trabalhadores da Saúde e forças de Segurança.

*Hipertensão – De acordo a Resolução nº 77 da Comissão Intergestores Bipartite da Bahia (CIB), são consideradas hipertensas pessoas com hipertensão arterial resistente (HAR) – quando a pressão arterial (PA) permanece acima das metas recomendadas com o uso de 3 ou mais anti-hipertensivos de diferentes classes, em doses máximas preconizadas e toleradas, administradas com frequência, dosagem apropriada e comprovada adesão ou PA controlada em uso de 4 ou mais fármacos antihipertensivos; hipertensão arterial estágio 3 – PA sistólica >=180mmHg e/ou diastólica >= 110mmHg independente da presença de lesão em órgão-alvo (LOA) ou comorbidade; hipertensão arterial estágio 1 e 2 com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade – PA sistólica entre 140 e 179 mmHg e/ou diastólica entre 90 e 109mmHg na presença de lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade.

**Doenças Crônicas – Na imunização de pessoas com doenças crônicas e condições clínicas especiais, de 18 a 59 anos, estão incluídos apenas indivíduos transplantados de órgão sólido ou de medula óssea; pessoas vivendo com HIV; doenças reumáticas imunomediadas sistêmicas em atividade e em uso de dose de prednisona ou equivalente maior de 10 mg/dia ou recebendo pulsoterapia com corticoide e/ou ciclofosfamida; demais indivíduos em uso de imunossupressores ou com imunodeficiências primárias; pacientes oncológicos que realizaram tratamento quimioterápico ou radioterápico nos últimos seis meses, e neoplasias hematológicas.

Atualizada às 16h40.