A previsão é de que o Centro de Comércio Popular seja entregue no próximo mês

Numa área de mais de 2 mil m² foram construídos mais de 300 boxes, áreas de circulação e serviço, sanitários, escadarias e rampas de acesso

O Centro de Comércio Popular está com 90% de suas obras concluídas. Para vistoriar a construção, o presidente da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), Ubiratan Cardoso, e o diretor de Equipamentos e Qualificação Urbanística do órgão, Airton Maia, acompanhados por representantes da Prefeitura Municipal* estiveram ao meio dia dessa quinta-feira, 14, no local.

Ubiratan Cardoso, presidente da Conder

Durante a visita, Ubiratan Cardoso anunciou que o novo espaço deverá ser entregue aos cuidados da Administração Municipal ainda na primeira quinzena de setembro. Numa área de mais de 2 mil m² foram construídos mais de 300 boxes, áreas de circulação e serviço, sanitários, escadarias e rampas de acesso.

Para o presidente da Conder, a participação da Prefeitura foi primordial para que a cidade recebesse este equipamento: “Primeiro na relação com os comerciantes, depois na doação do terreno no centro da cidade. É um grande equipamento e será um modelo para o Estado. Aqui vamos ter um espaço com corredor largo, ventilação, iluminação, boxe com dimensão adequada”.

Gildásio Silveira, secretário de Administração

Na vistoria, o secretário municipal de Administração, Gildásio Silveira, comentou que este equipamento é um compromisso de Governo. “Em todas as instâncias estavam sendo articuladas pelo Governo Municipal as ações necessárias para que os empreendedores daqui tivessem um espaço adequado para a comercialização dos seus produtos. Hoje, a obra é uma realidade que sem dúvida nenhuma vai revolucionar. É o primeiro grande equipamento deste porte no interior da Bahia. A cidade sai ganhando e a comunidade está de parabéns”, afirmou.

Prefeito Guilherme Menezes

Demanda atendida – Com mais de R$ 5,5 milhões investidos, o Centro de Comércio Popular atende a solicitação dos comerciantes que trabalhavam na antiga área conhecida como “Feira do Paraguai”. “Atendendo essa demanda, o Governo Municipal fez o projeto e encaminhou ao Governo do Estado que assumiu a responsabilidade de encaminhar os recursos, contratar a empresa e entregar a obra pronta. É uma grande obra que com certeza vai ajudar organizar todo comércio naquela área”, declarou o prefeito Guilherme Menezes que, no período da tarde, recebeu no Gabinete Civil a comitiva da Conder e da empresa contratada.

Na reunião, foram discutidos os detalhes finais para a entrega do equipamento no próximo mês. A Comissão de Uso do Solo Público informou que já trabalha no remanejamento do pessoal que está atualmente comercializando seus produtos nas Praças da Bandeira e Hercílio Lima. Outro encontro está marcado para a próxima semana com a Conder e a Empresa Baiana de Alimentos (Ebal).

* Também participaram da visita o secretário municipal de Serviços Públicos, Élvio Dourado; o procurador Cível Municipal, Kleber Braga; a presidente da Comissão de Uso do Solo Público, Marivone Batista; o coordenador municipal de Iluminação Pública, Hamilton Santana; o coordenador municipal de Obras, Roberto Carvalho; e a coordenadora municipal de Vigilância Sanitária, Elucimar Braga. Ainda estiveram presentes na reunião o chefe do Gabinete Civil, Márcio Higino Melo e o coordenador municipal de Trânsito, Herling Conceição.