Em Vitória da Conquista desde segunda-feira (21), uma comitiva técnica do Banco de Desenvolvimento da América Latina, da Corporação Andina de Fomento (CAF), está visitando os bairros que devem ser contemplados com obras do financiamento internacional que a Prefeitura está pleiteando na instituição, no valor de US$ 71,44, equivalente a cerca de R$ 382 milhões no câmbio atual.

A missão consiste em avaliar in loco, de forma especializada, cada um dos componentes do projeto de obras e seu impacto futuro, fornecendo assistência técnica para indicar possíveis adaptações.

Prefeita, secretários, assessores e comitiva da CAF

Ontem (22) à tarde, a prefeita Sheila Lemos acompanhou uma parte da visita, falou das motivações do empréstimo, apontando problemas estruturais históricos que o Governo Municipal procura resolver, e ouviu explicações sobre a tramitação do projeto. Antes, pela manhã, Sheila, os secretários Jackson Yoshiura, de Infraestrutura Urbana, e Lucas Dias, do gabinete Civil, além do presidente da Emurc, Paulo Rocha, e técnicos do governo fizeram uma apresentação do Programa de Saneamento Integrado e Urbanização de Vitória da Conquista.

O primeiro ponto visitado foi o pontilhão do bairro Boa Vista, área em que deverão ser implantados os cruzamentos e rotatórias da avenida Ecovia Parque do Rio Verruga – saindo da Avenida Bartolomeu de Gusmão e indo até a J. Pedral, cruzando a Luís Eduardo Magalhães. De lá, o grupo foi conhecer a região que dará lugar ao Parque da Cidade, com início na avenida Bartolomeu de Gusmão até a antiga lagoa de decantação da Embasa, atrás do estádio Lomanto Júnior. A visita incluiu, ainda, a Catedral de Flores, que também integra o Parque da Cidade, juntamente com o Orquidário, e já está com mais de 50% da obra executada.

Prefeita indica pontos onde os recursos serão aplicados

“Muito importante que a missão da CAF chega a Vitória da Conquista para conhecer in loco o nosso projeto e para que a gente construa esse projeto juntos. Nós temos a ideia do que nós queremos, mostramos os problemas da cidade e vamos construir as soluções juntos. Aproveitando que essa equipe da CAF é multidisciplinar, com pessoas de vários países, que conhecem já trabalharam em vários outros projetos e chegam também com soluções para nos apresentar”, afirmou a prefeita Sheila Lemos.

O projeto contempla 19 bairros com saneamento e/ou pavimentação asfáltica, totalizando 422 vias. Outras importantes intervenções que devem ser viabilizadas pelo empréstimo internacional são redes de macrodrenagem na cidade, conforme explicou o secretário chefe do Gabinete Civil, Lucas Dias, que coordena o grupo de trabalho responsável pela documentação e acompanhamento do processo.

“Como choveu durante as visitas, eles presenciaram o que aconteceu na Ascendino Melo: em 15 ou 20 minutos de chuva, já tinha um volume considerável de água ali, onde a São Geraldo se encontra com aquela extensão da João Pessoa, que vira a Lions Club. Eles já perceberam que essa obra de macrodrenagem é de extrema necessidade para Vitória da Conquista”, avaliou Lucas Dias.

O secretário de Infraestrutura Urbana, Jackson Yoshiura, cuja equipe responde pelas apresentações técnicas, enfatizou o que representa o Programa de Saneamento Integrado e Urbanização de Vitória da Conquista. “Aprovado o financiamento, a Prefeitura poderá solucionar os problemas de drenagem em pontos cruciais da cidadr e mudar a situação de diversos bairros que sofrem com deficiências de infraestrutura históricas, de muitos anos”, pontuou Jackson.

Nesta quarta-feira (23) os técnicos da CAF e a equipe local terão reuniões para eventuais ajustes de projeto e de orçamento, além de concluir as visitas a outros bairros que serão beneficiados com o empréstimo. A comitiva encerra os trabalhos em Vitória da Conquista amanhã (25).