A primeira reunião do Comitê de Representação Civil e Institucional, criado para apoiar a Prefeitura nas ações de combate ao coronavírus em Vitória da Conquista, aconteceu por videoconferência na manhã de hoje (07). Os membros do Comitê apresentaram as principais demandas das instituições que representam e colocaram-se à disposição para o auxílio nas ações de enfrentamento à pandemia.

Os primeiros casos suspeitos da Covid-19 surgiram em Conquista no final do mês de fevereiro. Rapidamente, a Prefeitura passou a acompanhar a situação e adotar medidas adequadas de prevenção. Com o decorrer do tempo e das ações, o Comitê de Gestão de Crise entendeu ser necessário estender a participação da sociedade civil nas discussões. Foram convidados a integrar o Comitê de Representação Civil e Institucional representantes das mais importantes entidades do município, atuantes em diferentes segmentos como indústria, comércio, agronegócio, imprensa, entidades jurídicas, sindicais e políticas, entre outros. O Comitê se reunirá semanalmente para apresentar propostas e, em conjunto com o Comitê de Crise, pensar nas melhores formas de proporcionar a Vitória da Conquista a superação da pandemia com o menor impacto sobre a saúde da população.

Prefeito Herzem Gusmão fez a abertura da reunião e reafirmou a importância do diálogo

A reunião de hoje contou com a participação do prefeito Herzem Gusmão que, em sua abertura, reforçou que todas as providências estão sendo tomadas com a maior agilidade para possibilitar que o município mantenha a pandemia sob controle. “A nossa equipe trabalhou no sentido de atacar com competência esse vírus, essa praga, que está assustando o planeta e que não escolhe cara. Criamos a defesa e o ataque. Em relação à defesa, fomos a primeira cidade da Bahia a fazer a higienização com hipoclorito de sódio nos locais de grande circulação. Instalamos pias nas feiras da cidade, fizemos barreiras sanitárias, os decretos para uso obrigatório de máscaras e o fechamento parcial do comércio e suspensão das aulas. No combate, hoje Vitória da Conquista tem o que não tínhamos há 15 dias. Temos leitos de UTI e leitos de retaguarda com a contratação do Hospital São Vicente pela Prefeitura. O Governo do Estado, além dos leitos já existentes, contratou o HCC e o IBR. Criamos o Centro de Atenção Coronavírus que já está funcionando”, disse o prefeito.

Capitão Djalma Azevedo, da Polícia Militar, relatou as medidas que a PM tem adotado no apoio ao combate da doença em Conquista

Os membros do Comitê também tiveram a oportunidade de fazer as colocações pertinentes às entidades representadas e algumas questões foram levantadas como, por exemplo, o questionamento dos representantes da OAB, Joana Rocha, e da Polícia Rodoviária Federal, Frederico Leite, que pediram um reforço da fiscalização da chegada dos ônibus clandestinos na cidade. O coordenador do Comitê de Gestão de Crise, o secretário de Administração Kairan Rocha, explicou que a Prefeitura instalou Barreiras Sanitárias em várias estradas, mas muitos ônibus têm buscado vias alternativas para fugir da fiscalização.

Já a representante do Conselho Municipal de Saúde, Marciglei Morais, manifestou que o Conselho ficou satisfeito com a formação do Comitê e parabenizou a Prefeitura pela importante manutenção do isolamento social, reforçando a necessidade do trabalho educativo para que a comunidade entenda a necessidade de se auto-proteger, desenvolvendo assim, seu papel ativo no cuidado com a saúde.

Os representantes da CDL, Marcos Alberto de Oliveira e do Movimento Pró-Conquista, Itamar Figueiredo, sugeriram o retorno do comércio com abertura em horários fragmentados. A secretária de Comunicação, Maria Marques, lembrou que os estudos científicos indicam que mais de 70% dos infectados são assintomáticos e é importante uma ampla testagem para entender a real situação do município de Vitória da Conquista para tomar as decisões relacionadas à flexibilização da abertura do comércio e das escolas. Ainda assim, as propostas serão analisadas pelo Comitê de Gestão de Crise e discutidas na próxima reunião do Comitê de Representação Civil, que vai acontecer no dia 14 de abril, 10h, também por videoconferência.

Secretário Kairan Rocha esclareceu alguns pontos levantados pelos membros do Comitê

Para o secretário de Administração e coordenador do Comitê de Gestão de Crise, Kairan Rocha, essas reuniões são importantes para que a Prefeitura se aproxime ainda mais da população e dos diversos setores. “Será muito importante para nossa tomada de decisão, uma vez que é um comitê onde iremos nos encontrar e expor semanalmente as ações do município e também onde nós receberemos as sugestões que serão avaliadas pelo Comitê Técnico e pelo Comitê de Gestão de Crise”, destacou Kairan.