A manhã desta sexta-feira (6) foi um dia atípico para dois dos serviços do Complexo de Saúde. O Centro Municipal de Atenção Especializada (Cemae) e o Centro Municipal Especializado em Reabilitação Física e Auditiva (Cemerf) completam, neste mês dezembro, 20 anos de história em Vitória da Conquista. E a data não poderia ser passada em branco.

Hoje, os profissionais que atuam no serviço tiveram uma manhã de comemorações e homenagens pelo tempo de dedicação no cuidado com as pessoas, pois tudo isso não seria possível sem o trabalho de muitas mãos que trabalharam ao longo dessa história.

No Cemerf, desde dezembro de 1999, foram 14 mil pacientes acolhidos por um serviço de referência para 74 municípios da macrorregião Sudoeste. É um time de 70 profissionais que se orgulham em fazer parte dessa história, atuando todos os dias na reabilitação de vidas. “Confraternizar 20 anos de existência é muita felicidade. É um orgulho fazer parte dessa equipe, entendendo que cada um planta um pouquinho de si para chegar em um resultado coletivo. O nosso único objetivo é o bem-estar do paciente sempre”, destaca Patrícia Barreto, terapeuta ocupacional que trabalha no Cemerf há 11 anos.

O momento de confraternização aconteceu para reafirmar o sentimento de admiração e respeito entre os profissionais que prestaram homenagens aos colegas de trabalho. “É muito importante realizar essa homenagem principalmente para eles que estão todos os dias doando o seu tempo e conhecimento em prol das pessoas com deficiência. Eles são os principais protagonistas disso tudo”, pontua Cristiane Cestari, coordenadora do Cemerf.

O Cemae já atendeu e registrou 410 mil prontuários de pacientes de Vitória da Conquista e de mais 73 municípios pactuados que passaram nesses 20 anos pelo serviço. Certamente, boa parte desses pacientes passaram pela mesa de recepção na sala de espera onde trabalha a atendente Eloísa Silva, que atua no serviço desde a fundação, lá em 1999. “Quando me mandaram para cá eu nem imaginava o que seria o Cemae. Aí eu vim, me identifiquei com tudo por aqui e gosto muito do meu trabalho”, conta Eloísa.

53 profissionais, de 32 especialidades médicas e 35 profissionais de apoio, atuam no Cemae, recebendo diariamente cerca de 600 pessoas.”Precisamos valorizar esses servidores que estão se dedicando há tanto tempo à população conquistense. Esse momento é o mínimo que a gente pode estar fazendo para retribuir essa colaboração diária”, afirma Eulinámelia Hipólito, coordenadora do Cemae.

Representando a figura do Prefeito Hérzem Gusmão, a secretária de governo, Geane Oliveira falou da relevância da atuação dos profissionais para os dois serviços do município: “O serviço público é feito de gente. E quando falamos de serviço público de saúde, nós servimos as pessoas no momento de maior vulnerabilidade que estão passando. Que o Cemae e o Cemerf possam continuar desenvolvendo esse trabalho valoroso para o nosso município nos anos que ainda virão”.