Um dia de atividades para as pessoas atendidas pelo Centro de Atenção Psicossocial (Caps II) de Vitória da Conquista marcou o encerramento do Outubro Rosa, que visa alertar a comunidade para a prevenção do câncer de mama e a importância do diagnóstico precoce. A ação foi fruto de uma parceria do CAPS II com o Centro de Apoio e Atenção à Vida (Caav) e o curso de Enfermagem da Fainor.

Diversos serviços de saúde, beleza e bem-estar foram oferecidos, como aferição de glicemia, exame clínico das mamas e teste rápido de HIV. “Realizamos ainda palestras sobre a prevenção do câncer de mama, com os estudantes da Fainor e com os profissionais do Caav, fechando as ações do Outubro Rosa este ano”, contou a enfermeira do Caps II, Letícia Miranda.

A coordenadora Municipal de Saúde Mental, Thayse Fernandes, destacou a importância de se levar outras temáticas de saúde para os usuários do Caps II. Segundo ela, esta iniciativa reforça, na prática, o princípio da integralidade do cuidado preconizado pelo SUS. “Temas transversais de saúde devem fazer parte da rotina dos serviços como garantia de direitos. O transtorno mental não anula o sujeito e todas as suas necessidades e demandas de saúde, que não se restringem à saúde mental”, afirmou.

O Outubro Rosa é realizado em todo o mundo e cujo símbolo é um laço rosa, que representa o combate ao câncer de mama e serve como estímulo à participação da população, de empresas e de entidades. Atualmente, o câncer, em especial o de mama, se destaca como um grande problema de saúde pública. Mobilizações como o Outubro Rosa contribuem para o autocuidado.