Ao som da batida percussiva da banda do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas Pop) foi realizada, na última sexta-feira, 25 de outubro, a caminhada da III Semana de Prevenção ao Uso Indevido de Álcool e Outras Drogas. A atividade foi promovida pela Prefeitura, por meio das secretarias de Desenvolvimento Social e Saúde, em parceria com a Comunidade Terapêutica Fazenda Vida e Esperança (Cotefave), o Centro de Recuperação e Amparo ao Menor de Vitória da Conquista (Creame) e o Serviço Social do Comércio (Sesc).

Monique Brito

O objetivo da caminhada foi valorizar e incentivar as boas práticas de saúde e apresentar os benefícios da vida sem o uso indevido de drogas lícitas ou ilícitas. “Além desta caminhada, este ano buscamos alcançar o maior número de pessoas possível com as ações descentralizadas feitas em parceria com os Cras e Creas”, declarou a coordenadora de Saúde Mental, Monique Brito.

Após concentração na Avenida Olívia Flores, a caminhada seguiu pelas ruas de Vitória da Conquista com destino à Praça da Juventude, onde o Sesc e o Centro de Atenção Psicossocial (Caps AD) prepararam atividades para receber os participantes do evento, com maquiagem e aferição de pressão arterial e de glicemia.

Uali Castro

Para o coordenador do Creas Pop, Uali Castro Matos, a participação no evento foi de muita importância para os usuários do serviço. “Este foi um dia importante para alertar a população sobre o combate do álcool e de outras drogas”, salientou. A banda do Creas Pop tocou durante toda caminhada e se apresentou no palco da Praça da Juventude, sob a regência do maestro Carlinhos.

Marcelo Almeida

A Cotefave, parceira do evento desde a sua primeira edição, também participou de todas as etapas da semana, desde a organização até a execução das atividades. “Nós sabemos que falar sobre drogas ainda é tabu para sociedade. As pessoas só falam sobre o assunto quando algum familiar está com problema. Eventos como estes servem para lembrar a todos que a vida é bem melhor sem drogas”, explicou o colaborador da Cotefave, Marcelo Almeida.