Prestar atendimento médico especializado e assistência social aos portadores de Doenças Sexualmente Transmissíveis e do vírus da Aids. Essa é a função primordial do Centro de Atenção e Apoio à Vida Dr. David Capistrano Filho (Caav) da Prefeitura de Vitória da Conquista.

E, em pouco mais de 14 anos, o serviço se tornou referência. Tanto que o Caav está classificado como semifinalista da 5ª edição do Prêmio Objetivos de Desenvolvimento do Milênio Brasil, com o projeto de Redução da Transmissão Vertical HIV/Aids.

Desde 2007, o município apresenta percentual de 0% de transmissão vertical de HIV/Aids, que é a transmissão do vírus de mãe para filho durante a gravidez ou parto.

Jaciara Mendes, coordenadora do Caav

“Hoje, 100% das gestantes do município têm acesso ao teste de HIV e quando identificadas com o vírus são acompanhadas até que seu filho complete dois anos e não seja mais considerada uma criança exposta ao HIV”, explicou a coordenadora do serviço, Jaciara Mendes.

Na última sexta-feira, 6, o serviço recebeu moção de aplauso do Legislativo Municipal. A moção foi uma indicação do vereador Juvêncio Amaral.