Nesta segunda-feira (17), foram divulgados os números atualizados da 33ª semana epidemiológica (período de janeiro a 14 de agosto de 2020). Conquista registrou 7.133 notificações de casos suspeitos de Dengue, Zika ou Chikungunya – doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.

Dados do Centro de Controle de Endemias, Secretaria Municipal da Saúde

A coordenação do Centro de Controle de Endemias chama a atenção para o fato de que o aumento dos números de notificação e confirmação dos casos de arboviroses não representa a realidade do cenário epidemiológico atual do município, pois está relacionado à constante atualização dos dados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), bem como ao recebimento dos resultados laboratoriais que estavam em aguardo.

O coordenador do Centro, Eliezer Silveira, explica que “o pico de aumento de casos ocorreu nos meses de abril e maio e, a partir do mês de junho, essas notificações começaram a diminuir gradativamente, chegando ao mês de agosto com nove casos notificados para dengue, dois para zika e dois para chikungunya”.

DENGUE – Até o momento, foram registradas 5.572 notificações no município, com 3.203 casos confirmados. Outros 1.097 casos foram descartados, 764 apresentaram resultado inconclusivo em relação à doença e 506 pessoas notificadas seguem aguardando resultado de exame laboratorial.

Dados do Centro de Controle de Endemias, Secretaria Municipal da Saúde

ZIKA – Foram notificados 935 casos suspeitos nesse período, com 32 deles confirmados laboratorialmente e 117 descartados. Outros 634 que apresentaram diagnóstico inconclusivo para a doença e 152 pessoas seguem aguardando resultado laboratorial.

Dados do Centro de Controle de Endemias, Secretaria Municipal da Saúde

CHIKUNGUNYA – Dos 626 notificados no município, 47 foram confirmados laboratorialmente e 579 pessoas ainda aguardam o resultado laboratorial.

Dados do Centro de Controle de Endemias, Secretaria Municipal da Saúde

Foram atualizados também os números de notificados e confirmados das oito localidades do município que apresentaram mais casos de Dengue, Zika e Chikungunya:

  • Cruzeiro – 790 notificados e 340 confirmados
  • Patagônia – 373 notificados e 188 confirmados
  • Alto Maron – 323 notificados e 179 confirmados
  • Brasil – 307 notificados e 160 confirmados
  • Vila América – 379 notificados e 148 confirmados
  • Centro – 293 notificados e 145 confirmados
  • Alto da Boa Vista – 235 notificados e 143 confirmados
  • Vila Elisa – 127 notificados e 51 confirmados

A população deve continuar com as ações diárias de cuidado para evitar que o mosquito encontre condições ideais para se reproduzir, evitando o descarte incorreto de lixo nas ruas, verificando a vedação adequada de caixas d’água e fiscalizando os pratinhos de planta no quintal, garrafas, e qualquer outro objeto que possa acumular água parada.

Se alguém apresentar sintomas característicos de uma dessas doenças, deve procurar imediatamente a unidade de saúde mais próxima para ser notificado e receber atendimento médico. A população também deve fazer denúncias ou solicitar a visita dos agentes de endemias por meio do número: (77) 3429-7421.