De acordo com dados do Boletim informativo da 31ª semana epidemiológica, que corresponde ao início do mês de janeiro até a última sexta-feira, 31 de julho, já foram notificados em Conquista 6.429 casos suspeitos de contaminação por Dengue, Zika e Chikungunya, sendo que 2.679 foram confirmados. Nos últimos sete dias, o Centro de Controle de Endemias notificou 319 casos suspeitos apenas de Dengue e Chikungunya.

DENGUE – Foram confirmados laboratorialmente mais 288 casos de pessoas contaminadas pela dengue no município, totalizando 2.639 casos confirmados de 5.054 notificações já registradas, até o momento. Outros 721 casos foram descartados, 1.178 apresentaram resultado inconclusivo em relação à doença e 514 pessoas ainda aguardam resultado laboratorial. Duas pacientes foram a óbito por dengue grave hemorrágica no município.

ZIKA – Não foi notificado nenhum novo caso suspeito ao longo da última semana e manteve-se os dados da semana anterior, com 854 casos suspeitos notificados até o momento, 10 casos confirmados laboratorialmente e 68 foram descartados. Outros 564 apresentaram diagnóstico inconclusivo em relação à Zika e 212 pessoas seguem aguardando resultado laboratorial.

CHIKUNGUNYA – Mais sete pessoas que aguardavam resultado laboratorial apresentaram resultado positivo para a doença na última semana, totalizando 30 casos confirmados no município. Já foram notificados 521 casos suspeitos e 491 pacientes aguardam resultado laboratorial.

Ainda segundo informações do Centro de Controle de Endemias, as oito localidades do município que apresentaram maiores números de notificação de Dengue, Zika e Chikungunya em Conquista, são:

  • Cruzeiro – 778 notificados e 317 confirmados
  • Patagônia – 341 notificados e 154 confirmados
  • Alto Maron – 302 notificados e 160 confirmados
  • Vila América – 342 notificados e 123 confirmados
  • Centro – 256 notificados e 111 confirmados
  • Alto da Boa Vista – 223 notificados e 123 confirmados
  • Brasil – 257 notificados e 124 confirmados
  • Vila Elisa – 115 notificados e 33 confirmados

Combate ao mosquito – Graças ao trabalho intensificado e integrado de diversas secretarias do município, com ações educativas e informativas junto à população, limpezas de terrenos, coleta de pneus, visitas dos agentes de endemias às residências e bloqueio de pontos estratégicos, as notificações dessas doenças já apresentaram diminuição no último mês. Mas o trabalho continua! Com o apoio de todos os moradores nesta luta diária para eliminar este inimigo, os índices de contaminação ficarão cada vez menores.

Se alguém em casa apresentar sintomas característicos de dengue, zika ou chikungunya, deve procurar imediatamente a unidade de saúde mais próxima de casa para ser notificado e receber atendimento médico. A população também pode fazer denúncias ou solicitar a visita dos agentes de endemias por meio do número: (77) 3429-7421.